Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/06/07/veja-dez-motivos-para-amar-ou-odiar-o-sistema-operacional-android-do-google.htm
  • totalImagens: 23
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120607191352
    • Smartphone [16714]; Android [16862]; Google [16729]; Android Market [51405];
Fotos
Os dispositivos Android lideram na categoria de smartphones e tablets no Brasil -- aliás, são pelo menos cinco grandes fabricantes produzindo aparelhos com o sistema do Google no país. Baseado nisso, para mostrar algumas características do sistema do Google, o UOL Tecnologia elencou dez características boas do Android e outras dez ruins; veja a seguir Brendan McDermid/Reuters Mais
Funciona como pendrive. Qualquer aparelho com o sistema Android, independente da versão, funciona como um pendrive quando conectado ao computador -- pode parecer bobo, mas os sistemas concorrentes exigem a cópia de arquivos por meio de algum programa específico. É possível, inclusive, ver o esquema de pastas do Android como se estivesse navegando no Windows Explorer Reprodução Mais
Páginas em flash funcionam. O usuário que gosta de sites feitos em flash não terá problemas com smartphones com o sistema Android. Apesar de cada vez mais as páginas estarem migrando para a tecnologia HTML 5, quem tiver um aparelho Android não vai visualizar um buraco negro onde deveria ter um vídeo ou uma animação. Acima, uma imagem do site do Dj Marky, que é todo feito em flash Reprodução Mais
Liberdade para personalizar. O sistema Android dá liberdade para o usuário mudar várias configurações como configurar o toque do celular sem a necessidade de um programa (geralmente, basta selecionar o arquivo e defini-lo como toque), colocar uma foto própria como fundo de tela ou mesmo inserir um papel de parede interativo Reprodução Mais
Facilidade em ativar opções. Por mais que os sistemas Androids sejam diferentes uns dos outros -- cada fabricante personaliza da forma que quiser --, os smartphones, geralmente, são fáceis de mexer. Opções rotineiras como ativar Wi-Fi ou mesmo desligar a conexão 3G são feitas com poucos toques na tela Reprodução Mais
Gerenciador de tarefas. No Windows, há o comando Ctrl+Alt+Del para visualizar os processos que estão rodando em um computador. O sistema Android tem algo parecido chamado Gerenciador de Tarefas. Também é possível baixar aplicativos gratuitos que executam essa função. O interessante é que o dono do smartphone consegue saber quais são os programas que mais consomem memória Reprodução Mais
Aplicativos pagos nativos. As grandes fabricantes de aparelhos Android têm o costume de negociar com desenvolvedora de aplicativos para liberar alguns programas pagos na faixa. Às vezes pode ser um jogo, em outras uma suíte de escritório Reprodução Mais
Aplicativos Google? Primeiro no Android. Pelo fato de o sistema ser feito pelo Google, os aplicativos da gigante das buscas (como Gmail, Maps, entre outros), geralmente, são disponibilizados primeiramente para o sistema móvel. Sem contar nos aplicativos exclusivos, como o do Google Drive (d) ou o Google Street View (e) Reprodução Mais
Cada fabricante tem um Android. Os fabricantes de aparelhos Android modificam o sistema do Google da forma que eles acham melhor. O núcleo do sistema é o mesmo (quem sabe mexer em um Android, mexe em qualquer um), mas a interface gráfica varia. Cabe ao usuário testar e verificar com qual se adapta melhor Reprodução Mais
Teclado Swype. A tecnologia Swype permite digitar arrastando os dedos sobre o teclado. Quem se acostuma com a técnica não quer mais saber de ficar utilizando o teclado virtual, pois agiliza bastante o processo, sobretudo para quem precisa escrever rápido Reprodução Mais
Loja de aplicativos "gorda". O Google Play, loja de conteúdos para o sistema Android, conta com milhares de aplicativos -- há mais de 500 mil programas disponíveis. Se antes usuários de sistemas concorrentes se gabavam do número de aplicativos, o sistema móvel do Google conta com diversas alternativas, sobretudo para smartphones Reprodução Mais
A partir do próximo slide, há apenas características ruins do Android Frederic J. Brown/AFP Mais
Lojas piratas de aplicativos. Há vários aplicativos Android disponíveis na internet. O problema é que esses programas, quando não são baixados de fontes confiáveis, podem conter pragas virtuais. Na concorrência, só é possível baixar conteúdo de lojas oficiais. Segundo empresas de segurança, o sistema Android é o maior alvo de cibercriminosos Reprodução Mais
Atualização? Espere a fabricante adaptar. Basta sair atualização do sistema Android que os usuários logo começam a perguntar se o aparelho a receberá. Pelo fato de cada fabricante alterar o Android, o usuário tem que esperar a companhia fazer uma versão estável do sistema e em seguida liberar para download. Esse processo, acredite, pode demorar meses. Sem contar que há certos aparelhos que não são atualizados por limitação de hardware Reprodução Mais
Organização difícil das áreas de trabalho. O sistema Android conta com várias áreas de trabalho para distribuir ícones e widgets. A característica em si não é ruim, mas em um primeiro momento esta forma de organização pode deixar o usuário de primeira viagem perdido com tantas janelas para personalizar Reprodução Mais
Loja de conteúdo deixa a desejar. A loja de conteúdo Google Play, do sistema Android, vai muito-bem-obrigado com aplicativos. No entanto, ao menos no Brasil, apenas parte do conteúdo oferecido está disponível. Ainda falta, por exemplo, a disponibilidade de músicas, vídeos e livros Reprodução Mais
Incompatibilidade de aplicativos. Atualmente, há pelo menos quatro versões disponíveis de sistemas Android (2.2, 2.3, 3.0 e 4.0). Considerando que cada aparelho tem peculiaridades de hardware, o sistema nem sempre suporta um aplicativo que funciona bem em uma versão mais avançada. Isso, geralmente, é um problema para quem tem aparelhos mais baratos Reprodução Mais
Aplicativos baixados misturados com programas nativos. A área de aplicativos do sistema Android mistura os programas baixados com aplicações nativas (como câmera, configurações, etc). Após um tempo, esta área pode ficar caótica Reprodução Mais
Widgets sugam memória. Os widgets são formas interativas de visualizarem algum aplicativo em tempo real. O de tempo, por exemplo, mostra uma animação com a previsão. Eles, geralmente, consomem um bom espaço na memória, pois, na maioria das vezes, estabelecem uma conexão contínua com o serviço (pode ser e-mail, redes sociais, feed de notícias, etc) Reprodução Mais
"Preso ao Google". O usuário que comprar um aparelho Android e quiser baixar aplicativos vai precisar fazer uma nova conta de e-mail (adivinha em qual serviço?). Por mais que o sistema tenha a proposta de "ser livre", ele faz com que o dono do aparelho Android seja forçado a criar uma nova conta -- ao menos nas primeiras configurações do aparelho. Depois da primeira configuração, é possível removê-la e cadastrar outro e-mail Reprodução Mais
Pagamento só com cartão de crédito internacional. Quem quiser comprar um aplicativo no Google Play, loja de conteúdos multimídia do Android, deverá obrigatoriamente ter um cartão de crédito internacional -- ou seja, além de pagar pelo programa, o usuário também pagará IOF pela transação. Não há outra forma de pagamento como boleto bancário, PayPal ou vale-presente Reprodução Mais
Aplicativos genéricos. O Google Play conta com diversos títulos famosos como Angry Birds, Cut the Rope, entre outros. O problema é que alguns desenvolvedores se aproveitam da popularidade de alguns programas para fazer versões genéricas ou com títulos semelhantes, só para induzir o usuário desavisado a baixar o programa. No exemplo acima, há uma busca por Cut the rope free. O resultado do jogo é o primeiro, mas se o usuário se distrair pode acabar baixando o "Feed your dino", que tem logo bem parecido Reprodução Mais
Você concorda com os motivos ou discorda? Clique em mais e deixe sua opinião Thinkstock Mais

Veja dez motivos para amar (ou odiar) o sistema operacional Android, do Google

Mais álbuns de Tecnologia x

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos