Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/06/12/jogue-o-pendrive-fora-aprenda-como-aproveitar-ao-maximo-os-recursos-do-google-drive.htm
  • totalImagens: 31
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120612184009
    • Google [16729]; Dicas de tecnologia [50617]; Download [16842];
Fotos
O Google lançou em abril deste ano o Drive para concorrer com outros serviços de armazenamento de dados, como o Dropbox. Porém, o serviço já mostra que pode ser muito mais do que um simples disco para salvar arquivos na web. Para que você possa aproveitar os vários recursos dessa ferramenta de computação em nuvem, o UOL Tecnologia analisou o Google Drive e preparou um raio-X para você; veja a seguir. Por Edgard Matsuki Reprodução Mais
Antes de mostrarmos o que o Drive tem para oferecer na criação, armazenamento e compartilhamento de arquivos, saiba a seguir como se cadastrar no serviço Reprodução Mais
Quem já tem um conta no Google só precisa acessar o site oficial da ferramenta. Sempre que o Google Docs (que será descontinuado em breve) é acessado, um aviso aparece para se cadastrar no serviço Reprodução Mais
Após "aceitar" o convite para experimentar o Google Drive, a tradicional janela de termos de serviço aparece. Após aceitar os termos, um programa de sincronização começa a ser baixado no seu computador Reprodução Mais
É possível usar o Google Drive sem baixar o programa. Só que ele vai perder uma das suas melhores funções: a de compartilhar automaticamente o conteúdo que está no serviço online com seu computador Reprodução Mais
Se você aceitou baixar o sincronizador do Google Drive, terá que fazer login novamente na sua conta do Google. Após esse procedimento, só será preciso sincronizar os dados e começar a usar o serviço Reprodução Mais
A sincronização de arquivos começa automaticamente no seu computador. A partir deste momento todos os arquivos que você mantinha no Google Docs (que se chamará Drive) serão transferidos para o seu PC Reprodução Mais
Se você não mantinha arquivos do Google Docs, a pasta vai estar vazia. Uma grande vantagem de ter o Google Drive no seu PC é a rapidez na transferência. O tempo que demora para o arquivo ser transferido para a sua pasta sincronizada é o mesmo de transferência entre pastas do Windows Reprodução Mais
É possível criar os arquivos e transferir para uma cópia na pasta Reprodução Mais
Todo arquivo transferido ou criado na pasta do Google Drive vai aparecer na sua conta do serviço Reprodução Mais
Com o Google Drive, você não vai mais precisar se lamentar por ter esquecido o seu pendrive. Se você quer transferir arquivos de um computador para o seu, só vai precisar de conexão à internet. Só será preciso fazer upload do arquivo no site do serviço Reprodução Mais
O arquivo baixado aparecerá na sua pasta na próxima vez que você fizer a sincronização no seu computador Reprodução Mais
O tempo de cópia dos arquivos para a sua conta do Google Drive vai depender da sua velocidade de conexão. Se a internet que você usa for ultraveloz, você não sentirá muita diferença em fazer upload dos seus arquivos para a pasta sincronizada no site do serviço Reprodução Mais
Vale lembrar que a capacidade da pasta do Google Drive é de 5GB e que não há restrições de tipos de arquivos para armazenar Reprodução Mais
A pasta que estava vazia, agora está com os arquivos transferidos pelo Google Drive Reprodução Mais
No serviço online, é possível personalizar a forma de visualização dos arquivos. Você pode optar por ver em lista ou miniaturas Reprodução Mais
O Google Drive abre mais de trinta arquivos diferentes. Ou seja, você não precisa ficar em pânico se está em um computador que não têm o Adobe Photoshop instalado e precisar ver o trabalho. É possível ver o arquivo no navegador online Reprodução Mais
Além de poder visualizar diversos tipos de arquivos diferentes, o Google Drive permite ao usuário criar documentos, apresentações de slides, formulários, folhas de cálculo (tipo Excel) e desenhos. Ou seja, o básico para sobrevivência fora do seu PC Reprodução Mais
A criação e edição de textos ainda é um pouco desconfortável para quem está acostumado a usar o Microsoft Word. Já a criação das apresentações não fica devendo nada ao Powerpoint Reprodução Mais
Já no início da criação das apresentações, há diversas opções de templates Reprodução Mais
Escolhemos este "lindo" modelo para o nosso teste Reprodução Mais
Qualquer documento criado online no Google Drive pode ser exportado para os tipos de arquivos mais comuns. Ex: Word, PDF, Excel Reprodução Mais
Além disso, há opção de compartilhar a edição do arquivo com outras pessoas. Ótimo para trabalhos escolares Reprodução Mais
Diretamente do Google Drive, é possível mandar o arquivo criado por e-mail Reprodução Mais
Também é possível deixar o arquivo para edição pública e colaborativa. Uma espécie de Wiki Reprodução Mais
Outra funcionalidade do serviço é a possibilidade de publicar os arquivos criados. É possível embedar a sua criação em um blog, site ou perfil de rede social Reprodução Mais
Além dos tipos "básicos" de arquivo que podem ser criados no Google Drive, também há a opção de baixar aplicativos para criar outro tipos de arquivos Reprodução Mais
Entre os aplicativos disponíveis estão o Autocad e o Evernote Reprodução Mais
Quem deseja obter mais do que os 5GB gratuitos para guardar arquivos no Google Drive, terá que desembolsar. Por US$ 2,50 é possível ter direito a 25 GB. O máximo para se adquirir no Google é 16TB. Para ter direito a esse valor monstruoso, a pessoa vai ter que gastar US$ 800 Reprodução Mais
Ponto positivo: Ao contrário de muitos serviços do Google que foram ou estão sendo um fiasco, a ferramenta de armazenamento na nuvem mostra a que veio. Além de fazer o óbvio (que é substituir o pendrive), o Drive também garante muitas funcionalidades que o Dropbox, por exemplo, não tem. O Google foi inteligente ao agregar diversos serviços que já tinha (como o Docs e a central de aplicativos) ao Drive. Ele é fundamental para quem quer guardar e compartilhar arquivos online. Reprodução Mais
Ponto negativo: A grande deficiência não está exatamente na ferramenta e sim no sistema de computação em nuvem. O Google Drive é ótimo, mas ainda não é seguro o suficiente para se guardar documentos confidenciais. Uma perda de senha ou uma invasão poderia colocar tudo a perder. Problema que poderia ser parcialmente resolvido com um sistema de proteção de arquivos por senha Reprodução Mais

Para jogar o pendrive fora: aprenda como aproveitar os recursos do Google Drive

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos