Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/06/15/veja-dez-motivos-para-amar-ou-odiar-o-sistema-operacional-windows-phone-da-microsoft.htm
  • totalImagens: 21
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120615183214
    • Windows Phone [50187]; App [16850]; Microsoft [13639]; Smartphone [16714];
Fotos
A Microsoft demorou ao fazer um concorrente à altura para enfrentar o sistema iOS, da Apple, e o Android, do Google. Porém, com o Windows Phone, a empresa de Bill Gates surpreendeu ao mostrar um "jeitão" diferente de organizar as informações em um smartphone. Para mostrar alguns recursos do sistema, o UOL Tecnologia listou dez características boas do Windows Phone 7.5 e outras dez ruins; veja a seguir Rick Wilking/Reuters Mais
Super integrado a redes sociais. De fábrica, o sistema Windows Phone traz uma integração muito boa com as principais redes sociais: Facebook, Twitter, LinkedIn, Windows Live, etc. Essa facilidade não substitui todas as funções de aplicativos, mas o básico é possível fazer. Além disso, essa integração ajuda (e muito) na organização de contatos Divulgação Mais
Jogos na XBox Live. Os aparelhos com Windows Phone contam com várias opções de jogos disponíveis na Xbox Live. Além de poder usar o mesmo login, jogando no smartphone é possível somar pontos na rede de jogos da Microsoft Divulgação Mais
Tem Office nativo e na faixa. A suíte de escritório mais usada no mundo, o Office, tem uma versão móvel exclusiva para Windows Phone grátis (também pudera, já pensou se um telefone da Microsoft não viesse com essa opção?). Em outras plataformas móveis, é necessário comprar programas que fazem a função de Word, Excel ou Power Point Divulgação Mais
Design chama a atenção. Talvez um dos principais trunfos do Windows Phone é o design. O sistema operacional tem proposta totalmente diferente dos concorrentes. Como no player Zune, a Microsoft adotou no Windows Phone a interface metro, que consiste nesta disposição de tela em que a rolagem ocorre da direita para a esquerda Divulgação Mais
Ícones interativos. Enquanto os concorrentes enchem as telas do smartphone de ícones, o Windows Phone conta com tiles (ícones interativos em forma de blocos). O sistema, basicamente, tem uma tela inicial de rolagem para baixo e neste local o usuário deve colocar os tiles que considera mais importantes como o de e-mail, mensagem, pessoas (que mostra atualização de redes sociais), etc Divulgação Mais
Deguste antes de baixar. O MarketPlace, loja de aplicativos da Microsoft, conta com a opção experimentar para aplicativos pagos. Dessa forma, o usuário consegue baixar o programa e ter uma noção (limitada) do funcionamento e se, de fato, vale a pena investir Divulgação Mais
Navegação por aplicativos abertos. Talvez como herança do Windows para computador, a Microsoft implementou uma espécie de Alt+Tab para variar entre as aplicações que estão abertas. No entanto, no Windows Phone, basta segurar a tecla voltar e verificar quais os programas estão abertos. Divulgação Mais
Busca por texto. A busca do Bing no Windows Phone tem um recurso que lembra o aplicativo Google Goggles. É possível, por exemplo, tirar a foto de algum texto em outra língua e, em seguida, traduzir para língua que quiser. O recurso só fica disponível quando o smartphone estiver conectado à internet Divulgação Mais
Cartão nacional na loja de aplicativos. Pode parecer um detalhe bobo, mas o Market Place (loja de aplicativos) aceita cartões de crédito nacionais para fazer compras de programas. Mas atenção: o recurso só funciona se o usuário estiver cadastrado com uma conta brasileira Getty Images Mais
Não é fragmentado. O ecossistema do Windows Phone não é fragmentado e não tem grandes alterações dos fabricantes, o que facilita a migração para smartphones de outra marca com o sistema operacional móvel. Basicamente, o que diferencia os aparelhos uns dos outros é o hardware e alguns programas exclusivos instalados nativamente. A Nokia, por exemplo, traz um aplicativo de GPS Divulgação Mais
A partir do próximo slide, há apenas características ruins do Windows Phone Spencer Platt/GettyImages/AFP Mais
Transferência de documentos. Ter o Office no smartphone é sensacional, mas não poder copiar um arquivo que está no computador para o aparelho via USB é decepcionante. Para mover algum arquivo do Office para o celular, o usuário deve enviar por e-mail para si mesmo ou utilizar o serviço SkyDrive, da Microsoft Divulgação Mais
Um "parto" para tirar printscreen. Por algum motivo, a Microsoft não permite que usuários comuns façam uma captura de tela no smartphone. Vários tutoriais na internet ensinam a fazer a tarefa, mas, além de custar caro, pode prejudicar o sistema de quem fizer algo errado durante o processo Divulgação Mais
Nada de enviar arquivos por bluetooth. Quem tem um smartphone com o sistema móvel da Microsoft não consegue enviar arquivos via bluetooth. As únicas formas de envio são por e-mail ou pelo serviço SkyDrive, da Microsoft. Divulgação Mais
Incompatibilidade de apps. Os sistemas Windows Phone são bem uniformes. Independente do aparelho, ele sempre terá a mesma cara. Porém, nem todos os aplicativos disponíveis no Market Place estão disponíveis para todos os aparelhos. Para popularizar aparelhos Windows Phone, algumas fabricantes têm feito telefones com menos memória. Com isso, alguns programas famosos como Skype ou mesmo o Angry Birds podem não funcionar (na hora do download, o sistema já avisa que não há memória suficiente para usa) Divulgação Mais
Não suporta Flash. Seguindo a Apple (ou não), a Microsoft removeu o suporte à tecnologia flash do Windows Phone desde sua primeira versão, a 7.0. Ao acessar uma página, o sistema informa que não suporta o formato, utilizado em animações e propagandas Divulgação Mais
Loja de conteúdo deixa a desejar. No Brasil, apenas a loja de aplicativos está ativa. Em comparação, nos Estados Unidos é possível baixar vídeos e música da loja Zune (loja de conteúdo multimídia da Microsoft). A empresa, durante a apresentação do primeiro Windows Phone no Brasil, disse que havia planos de disponibilizar esses conteúdos no país, mas que ainda levaria um tempo Divulgação Mais
É possível fechar aplicativos, mas não há indicação clara. O Windows Phone tem uma função nativa para fechar programas, mas o recurso não é nem citado em manuais de aparelhos que vêm com o sistema. Para fechar algum aplicativo no Windows Phone, só é necessário clicar uma vez rapidamente no botão voltar. Para checar se o programa foi fechado, segure em seguida o botão voltar para ver se a aplicação ainda está por lá Divulgação Mais
Busca por voz não funciona. Quem vê os vídeos de demonstração do Windows Phone vai reparar que o sistema tem funções de reconhecimento de voz. Com ela, é possível fazer buscas de locais do tipo "restaurantes japoneses em São Paulo". Porém, isso não funciona no Brasil ainda Divulgação Mais
Você concorda com os motivos ou discorda? Clique em mais e deixe sua opinião Thinkstock Mais

Veja dez motivos para amar (ou odiar) o sistema operacional Windows Phone, da Microsoft

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos