Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/06/21/beakman-visita-o-brasil.htm
  • totalImagens: 21
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120621202423
    • Curiosidades na tecnologia [61189]; Nerd [54479];
Fotos
Quase todo nerd na faixa dos vinte ou trinta anos assistiu a alguma das experiências científicas do programa ''O Mundo de Beakman''. Com um inconfundível jaleco verde e ideias malucas na cabeça, ele conquistou fãs por todo o mundo. Paul Zaloom, ator que interpretava o cientista maluco, esteve no Brasil e falou sobre ciência e do sucesso no país Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
No mundo real, Beakman atende pelo nome de Paul Zaloom. Mas é impossível desvencilhar a imagem do ator e personagem. Na apresentação ''No rastro da ciência: como funciona o cérebro humano'', durante o evento em São Paulo, Zaloom virou Beakman novamente Leandro Moraes/UOL Mais
Com a tradicional vestimenta, Zaloom fez uma apresentação que poderia ser tema de qualquer um dos 95 episódios gravados nos anos 90 Leandro Moraes/UOL Mais
Ele começou mostrando como se equilibra um garfo em um palito. Com a frase clássica, ''This is not magic, is Science!'' (Não é mágica, é ciência!), ele explicou o fenômeno Leandro Moraes/UOL Mais
Ele começou mostrando como se equilibra um garfo em um palito. Com a frase clássica, ''This is not magic, is Science!'' (Não é mágica, é ciência!), ele explicou o fenômeno Leandro Moraes/UOL Mais
Ele começou mostrando como se equilibra um garfo em um palito. Com a frase clássica, ''This is not magic, is Science!'' (Não é mágica, é ciência!), ele explicou o fenômeno Leandro Moraes/UOL Mais
Ele começou mostrando como se equilibra um garfo em um palito. Com a frase clássica, ''This is not magic, is Science!'' (Não é mágica, é ciência!), ele explicou o fenômeno Leandro Moraes/UOL Mais
''Beakman'' mostrou também como uma menina de um metro e meio de altura impede um homem de dois metros levantar da cadeira. Por fim, mostrou como encher um balão em menos de dois segundos. O público, na maioria adulto, delirou Leandro Moraes/UOL Mais
''Beakman'' mostrou também como uma menina de um metro e meio de altura impede um homem de dois metros levantar da cadeira. Por fim, mostrou como encher um balão em menos de dois segundos. O público, na maioria adulto, delirou Leandro Moraes/UOL Mais
Após mostrar as experiências, Beakman virou Paul Zaloom, contando sua própria história como ator Leandro Moraes/UOL Mais
Ele contou rapidamente que começou a se envolver no mundo artístico na universidade, onde começou a fazer teatro de marionetes. Daí, surgiram outros trabalhos menores até a chegada de Beakman Leandro Moraes/UOL Mais
Apesar de as gravações terem acabado há mais de 15 anos, Beakman é a marca de Zaloom. O ator, que chegar a trabalhar com Whoppi Goldberg antes ser Beakman, sabe que a carreira se divide no período antes e após o programa. Tanto que após sair da TV, começou a fazer shows devidamente caracterizado como o cientista maluco Leandro Moraes/UOL Mais
Zaloom contou que o Facebook o ajudou a mensurar o quanto é conhecido no Brasil, mesmo após anos do final do programa. ''A página do mundo de Beakman no Facebook conta com milhares de fãs. Muitos do Brasil. Isto é incrível'' Leandro Moraes/UOL Mais
Ele acredita que o sucesso fora dos Estados Unidos se deve ao trabalho dos tradutores: "Fazíamos piadas para o público americano. Só um bom trabalho para mudar o contexto do país". Por Edgard Matsuki Leandro Moraes/UOL Mais

Beakman no Brasil: símbolo nerd, ator que interpretava cientista fala sobre fama no país

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos