Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/06/22/perguntas-e-respostas-sobre-4g.htm
  • totalImagens: 16
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120622200451
    • 4G [54740]; Internet [11784]; Dicas de tecnologia [50617];
Fotos
A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) leiloou as licenças para as operadoras ofertarem internet móvel 4G no país em 2012. Houve várias matérias sobre o assunto, no entanto, pouco foi falado sobre as consequências da implementação do 4G no Brasil e como esta nova tecnologia pode afetar o bolso e a conexão dos usuários. O UOL Tecnologia preparou um guia com perguntas e respostas sobre o que é 4G e o que os brasileiros podem esperar da tecnologia que promete velocidade ultrarrápida de internet Arte UOL Mais
4G é a sigla para 4ª geração de telefonia móvel. Ela designa tecnologias que oferecem conexões à internet de altíssima velocidade. De modo geral, redes móveis 4G alcançam velocidades próximas a de conexões fixas via cabo ou modem ADSL. Existem pelo menos duas tecnologias consideradas 4G: WiMax (utilizada em alguns países asiáticos) e LTE (utilizada nos EUA e alguns países europeus). No Brasil, querem implementar 4G com tecnologia LTE Arte UOL Mais
Em tese, a implantação de redes 4G no Brasil proporcionará acesso de alta velocidade a lugares em que não chega infraestrutura de cabo. Alguns especialistas acreditam que o 4G será para a internet o que a telefonia móvel foi para a telefonia. Atualmente, mesmo cidades longínquas, contam com acesso à rede móvel para celular Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Outro ponto é que o aumento de velocidade permitirá o uso de novas aplicações que envolvem conteúdo multimídia. Dependendo da velocidade oferecida, será possível, por exemplo, ouvir músicas diretamente pela internet (sem interrupções) ou mesmo carregar vídeos em alta definição. Isso deve gerar novos tipos de negócios que explorem a alta velocidade de internet Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
No papel, as velocidades de tecnologia 4G podem chegar à casa dos 100 Mbps (Megabits por segundo). As operadoras brasileiras ainda não comentam qual será a velocidade real da internet móvel de 4ª geração -- em testes experimentais, a velocidade de download chegou a 50 Mbps. A título de comparação, os Estados Unidos têm oferecido planos com velocidades que variam entre 10 Mbps e 12 Mbps (dez vezes mais rápida que a internet 3G, que tem média de 1 Mbps). Na Dinamarca, a velocidade fica entre 30 Mbps e 35 Mbps Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Considerando a hipótese de que a velocidade do 4G no Brasil será de 10 Mbps (Megabits por segundo) e que não vai haver grande instabilidade no sinal, o usuário poderá baixar um filme de 100 MB (Megabytes) em pouco mais de um minuto. Além disso, será possível usar serviços de streaming de vídeo (como o YouTube ou mesmo ver filmes completos no Netflix em alta definição sem engasgos), fazer videoconferências diretamente do celular e ouvir músicas diretamente da internet Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Países como Estados Unidos, Portugal, Coreia do Sul, Alemanha, Canadá, Porto Rico, Suécia, Finlândia, entre outros. Na América do Sul, a Colômbia também está em processo para implantação e usará a mesma faixa de frequência do Brasil Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Quem quiser usufruir das altas velocidades de dados pela conexão 4G, sim. Deverá comprar algum smartphone ou tablet que suporte 4G nas frequências brasileiras. No entanto, quem tiver smartphones 3G poderá usufruir de redes HSPA+, que podem alcançar velocidades de até 5 Mbps, cinco vezes mais rápida que a média do 3G Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Aos poucos, as marcas estão apresentando aparelho compatíveis com as frequências de 4G no Brasil. A princípio, o preço dos smartphones segue o mesmo padrão do que já é praticado nos aparelhos com tecnologia 3G. A Motorola apresentou o Razr HD com preço sugerido de R$ 2.000. Já a Samsung tem uma versão do SIII com 4G com preço sugerido de R$ 2.400. Como já acontece no mercado brasileiro, a tendência é que esses preços sejam menores para quem comprar um aparelho atrelado a um plano Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Não. Por enquanto, todos os modelos de iPad com 4G foram feitas para funcionar em redes do Canadá e dos Estados Unidos. O aparelho trabalha em frequências diferentes da leiloada pelo governo brasileiro. No entanto, usuários do tablet poderão se conectar a redes HSPA+ com velocidade de até 5 Mbps Montagem sobre imagem Reuters Mais
As operadoras ainda não determinaram preço, mas logo após o leilão das frequências, os representantes das operadoras disseram que no início a tecnologia 4G será cara e acessível a poucas pessoas, como foi com o 3G. Alguns países da Europa cobram por planos entre 50 e 60 euros por serviço de 4G Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Até abril de 2013 as operadoras devem ter conexões 4G nas cidades-sede dos jogos da Copa das Confederações. São elas: Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ). Já as sedes e sub-sedes da Copa do Mundo deverão ter cobertura 4G até o fim de 2014. As cidades são: São Paulo (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Cuiabá (MT), Natal (RN) Montagem sobre imagem de Divulgação Mais
De acordo com o cronograma da Anatel, todos os municípios com mais de 100 mil habitantes terão que ter sinal de 4G até 31 de dezembro de 2016 Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
As redes 3G não vão terminar com as de 4G. As tecnologias vão coexistirem. Ao passo que a tecnologia 4G for implementada, as redes 3G também vão melhorar a velocidade com a evolução de tecnologias HSPA+ Montagem sobre imagem ThinkStock Mais
Sim, smartphones e tablets com suporte a 4G estão habilitados a funcionar nas redes 2G e 3G. Se o usuário contratou um plano 4G junto à operadora, pode usar a rede 3G em áreas onde ainda não há cobertura da nova tecnologia. *Com informações da Claro Arte UOL Mais
Sim. A mudança de rede de 4G para 3G ocorre de forma transparente ao usuário, sem a necessidade de alguma ação. Sempre que houver cobertura do 4G o celular vai captar esse sinal. *Com informações da Claro Arte UOL Mais

Perguntas e respostas explicam o que é 4G, tecnologia que promete web móvel ultraveloz

Mais álbuns de Tecnologia x

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos