Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/07/09/facebook-killers-veja-quais-sites-podem-ou-acham-que-podem-ameacar-o-reinado-da-rede-social.htm
  • totalImagens: 21
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120709182300
    • Redes sociais [16852]; Facebook [16760];
Fotos
Que o Facebook é a rede social mais popular do mundo, não há dúvidas. Com 900 milhões de usuários, o serviço criado por Mark Zuckerberg é o alvo dos concorrentes que planejam chegar ao topo. Por conta da popularidade, é difícil identificar um adversário que possa desbancar a rede social (ou um Facebook Killer), mas tentativas não faltam. Conheça a seguir uma lista de 20 sites que podem (quem sabe um dia) incomodar a liderança do Facebook. Por Edgard Matsuki Arte/UOL Mais
Google+. Pontos fortes: leva consigo a marca Google e já nasceu com milhões de cadastrados (todo que têm conta no Google). O que falta para superar o Facebook: apesar de ter muitos usuários, o Google+ conta com muitos perfis ''fantasmas'' (que nunca postaram nada). Falta engajamento na rede social Reprodução Mais
Twitter. Pontos fortes: pode ser mais eficaz para quem deseja ler notícias e também é bastante popular entre as celebridades. O que falta para superar o Facebook: as limitações de se criar um perfil mais detalhado deixam o Twitter para trás na disputa pelo topo. Além disso, as DM (mensagens diretas) foram substituídas pelo chat do Facebook e não são mais tão úteis Reprodução Mais
Pinterest. Pontos fortes: com um layout diferenciado e foco em imagens, é a rede social que mais tem crescido nos últimos tempos. Tem muita força no Estados Unidos. O que falta para superar o Facebook: a concorrência do Instagram (que também tem imagens como carro-chefe) dificultou as coisas para o Pinterest. Falta crescer fora dos EUA Reprodução Mais
Linkedin. Pontos fortes: a rede lida com um nicho em que o Facebook não é tão eficaz: relações profissionais. Além disso, o site consegue dar lucro aos seus criadores. O que falta para superar o Facebook: a segmentação diminui a gama de funções do Linkedin. Há pouca interação no site. E os problemas recentes com vazamento de senhas mancharam a imagem do site Reprodução Mais
DevianArt. Pontos fortes: para quem procura divulgar trabalhos de desenho é bem melhor do que o Facebook. Também é útil para busca de imagens interessantes. O que falta para superar o Facebook: não tem "cara" de rede social. As pessoas entram no site, olham imagens e saem normalmente sem interagir Reprodução Mais
Flickr. Pontos fortes: o que o DevianArt representa para desenhos, o Flickr representa para fotos. O Flickr ainda é melhor do que o Facebook para encontrar (e divulgar) imagens legais. O que falta para superar o Facebook: o Flickr já foi indispensável, mas com a dupla Facebook + Instagram perdeu espaço. Quem usa Flickr tem Facebook, mas o contrário não se aplica Reprodução Mais
Sound Cloud. Pontos fortes: está longe de ter a popularidade do Facebook, mas é bem melhor para o compartilhamento de áudios. A opção de download de alguns arquivos faz a rede ficar mais interessante. O que falta para superar o Facebook: apresenta os mesmo problemas do DevianArt (não tem "cara" de rede social, pouca interatividade), o que dificulta a popularização Reprodução Mais
Instagram. Pontos fortes: a ideia do Instagram é tão boa que o Facebook resolveu comprar o serviço. O que falta para superar o Facebook: a popularização do Instagram depende diretamente da venda de smartphones e tablets. Além disso, o site pertence ao Facebook (portanto deve estar cada vez mais integrado com a rede de Zuckerberg) Reprodução Mais
Foursquare. Pontos fortes: como o Instagram, o Foursquare é tão bom que também chamou atenção do Facebook. Só que neste caso, a rede social resolveu criar um serviço para concorrer. O que falta para superar o Facebook: além do fato de depender das vendas de dispositivos móveis, o Foursquare agora esbarra na concorrência da ferramenta de check-in, do próprio Facebook Reprodução Mais
QQ/Qzone. Pontos fortes: como o Facebook é bloqueado na China, o espaço se abre para a concorrência. O QQ (ou QZone) é a mais forte rede social no país. Em números absolutos de visitas, só perde para o Facebook no mundo. Tem mais visitas do que o Twitter. O que falta para superar o Facebook: se a China dominar o mundo, teremos um novo líder em redes sociais Reprodução Mais
Weibo. Pontos fortes: é o Twitter da China. O Weibo conta com celebridades do país como o jogador (mito!) Obina. O que falta para superar o Facebook: antes de ultrapassar o Facebook, precisa desbancar o QZone (o primeiro na China) Reprodução Mais
Renren. Pontos fortes: olhe para o layout e veja se não é familiar. Não é por acaso que o Renren tem o título de "Facebook chinês". É um clone. O que falta para superar o Facebook: é difícil alguém trocar um produto original por um genérico da China. E, mesmo na China, os internautas acessam mais o QQ do que o Renren Reprodução Mais
Odnoklassniki. Pontos fortes: poucas redes sociais conseguem superar o Facebook em um país. E só uma consegue superar em três: o Odnoklassniki ganha do Facebook no Cazaquistão, Azerbaijão e Ucrânia. O que falta para superar o Facebook: uma coisa é ser o mais popular do Cazaquistão. Outra é ser a mais popular do mundo Reprodução Mais
Orkut. Pontos fortes: até 2011, o Orkut era soberano no Brasil e era uma das redes mais acessadas no mundo (principalmente na Índia). A chegada do "Face" derrubou o Orkut o Brasil. Mas ainda há muita gente no país que usa a rede social do Google. O que falta para superar o Facebook: parece que o reinado do Orkut já era: com o lançamento do Google +, é improvável que o Google invista pesado em sua rede social antiga Reprodução Mais
Badoo. Pontos fortes: como site de namoro é mais eficaz do que o Facebook. O que falta para superar o Facebook: Nem todas as pessoas entram em uma rede social em busca de relacionamentos amorosos. Quando surgiu, pareceu que iria fazer sucesso. Depois decaiu e só se recuperou quando passou a ter ligação com a conta do Facebook. Funciona mais como aplicativo do que como rede social Reprodução Mais
Bebo. Pontos fortes: enquanto o Orkut fazia sucesso no Brasil e Índia, no Reino Unido o Bebo era mais popular. Aí chegou o Facebook... O que falta para superar o Facebook: A rede social parou no tempo e perdeu espaço. Hoje, nem os ingleses acessam o Bebo Reprodução Mais
Hi5. Pontos fortes: outro caso de site que perdeu espaço com o início do monopólio nas redes sociais. O Hi5 sempre foi muito forte na Europa. Hoje, é mais uma rede social obsoleta. O que falta para superar o Facebook: é difícil enxergar perspectivas para o Hi5. As chances de voltar ao domínio são mínimas Reprodução Mais
Habbo. Pontos fortes: mais um caso de site que foi moda. Mesmo assim, o Habbo ainda é uma das redes sociais mais criativas que existem. O que falta para superar o Facebook: apesar de ser interessante, o Habbo é o tipo de site para quem tem tempo livre. A falta de dinamismo e a "cobrança" de engajamento (tal como se fosse um jogo) pesam contra a rede Reprodução Mais
MySpace. Pontos fortes: o MySpace tem uma proposta de compartilhamento de músicas mais eficaz do que o Facebook. Isso faz o site "respirar por aparelhos". O que falta para superar o Facebook: o MySpace é uma boa rede social. Porém, ficou com a marca de uma rede decadente, já que perdeu público para o Facebook e artistas para o Twitter. O primeiro passo para voltar ao topo seria mudar essa imagem Reprodução Mais
Ning. Pontos fortes: a ideia do Ning é interessante. Um espaço para os usuários criarem redes sociais. A liberdade de criação pode ajudar no sucesso da rede. O que falta para superar o Facebook: há um problema com o excesso de liberdade, pois nem sempre as páginas criadas no Ning têm qualidade. Além disso, o Ning ganhou a concorrência do Tumblr e perdeu público Reprodução Mais

Facebook killers? Conheça 20 redes sociais que (acham que) podem ameaçar Zuckerberg

Mais álbuns de Tecnologia x

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos