Apple informa sobre ataque cibernético frustrado sem roubo de dados

SAN FRANCISCO, 19 Fev 2013 (AFP) - A gigante informática americana Apple reconheceu nesta terça-feira ter sido vítima de hackers que conseguiram invadir o sistema desta empresa da Califórnia, mas falharam em sua tentativa de roubar dados.

A fabricante dos iPhones, iPads, iPods e dos computadores Machintosh disse em um comunicado que está trabalhando com autoridades policiais para encontrar os hackers, que parecem estar vinculados a uma série de ataques cibernéticos recentes contra empresas de tecnologia dos Estados Unidos.

"O malware (software malicioso) foi empregado em um ataque contra a Apple e outras companhias, e se estendeu através de um site para desenvolvedores de softwares", disse a Apple em um e-mail em resposta a um pedido da AFP.

"Identificamos um pequeno número de sistemas da Apple que estavam infectados e os isolamos de nossa rede".

O software malicioso se aproveitou de uma vulnerabilidade no programa Java utilizado como "plug-in" para os programas de navegação.

Um pequeno número dos sistemas informáticos da Apple foi infectado, mas estes programas foram isolados da rede principal, informou a empresa com sede no Vale do Silício.

"Não há evidências de que algum dado tenha saído da Apple", disse a empresa. "Estamos trabalhando estreitamente com a polícia para encontrar a origem do malware.

Como medidas adicionais, a Apple ordenou a atualização do sistema operacional da Macintosh, que desativa o software do Java que não é utilizado durante 35 dias ou mais, e ativou uma ferramenta para encontrar e eliminar malware.

Últimas de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos