Pendrive de 16 GB protege conteúdo com senha, mas cobra por isso

Sérgio Vinícius
Do UOL, em São Paulo

Pendrive é quase tudo a mesma coisa. Você espeta no computador, ele abre uma janela, você transfere os dados de acordo com a capacidade dele e pronto. Eventualmente, há alguns diferenciais, como aqueles que são à prova de choque, à prova d’agua, com alta velocidade de transferência e algumas perfumarias que podem seduzir um público específico. Esse é o caso do Kingston Data Traveler Locker+, de 16 GB, que conta com proteção nativa por senha.

Seu maior trunfo é também um grande defeito. Por conta esse sistema de segurança, ele não é reconhecido quando conectado a TVs, aparelhos de som e DVDs, por exemplo. Além disso, custa R$ 250: muito mais que um modelo com a mesma capacidade e sem a plataforma de proteção.

Outro ponto a se considerar: independentemente da robustez do sistema da Kingston, é possível encontrar programas na web que protejam o pendrive por senha ou, ainda, há compactadores de conteúdo que também pedem senha para exibir arquivos e podem ser utilizados em pen drives.

Fora isso, o pendrive funciona bem que é uma beleza: você espeta no computador, ele pede uma senha previamente cadastrada, você digita e ele mostra o que tem ali. Trata-se de uma boa opção de segurança para quem trabalha com arquivos importantes o dia todo e não quer que esses dados caiam em mãos de malfeitores. Ideal para quem vive no mundo da espionagem (ou da fantasia).

Para qualquer outra pessoa, talvez um pendrive que funcione como abridor de garrafas ou em formato de golfinho seja um melhor custo benefício.

Kingston Data Traveler Locker+
Capacidade: 16 GB
Conexão: USB 2.0
Diferencial: proteção nativa por senha
Preço sugerido: R$ 250

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos