Por guerra de patente, Apple remove aplicativo que ajuda crianças com deficiência a falar

Do UOL*, em São Paulo

  • Divulgação

    A americana Maya Nieder em foto divulgada pela mãe da garota; família reclama de remoção de aplicativo que ajuda pessoas com deficiência a falarem

    A americana Maya Nieder em foto divulgada pela mãe da garota; família reclama de remoção de aplicativo que ajuda pessoas com deficiência a falarem

A Apple removeu recentemente o aplicativo SFY (Speak for yourself) para iPad de sua loja de aplicativos, a App Store.  A “desativação” do programa, desenvolvido para ajudar pessoas com problema na fala, fez com que a família de Maya Nieder, 4, se mobilizasse na rede para que o programa volte a ser disponibilizado. Segundo a mãe, o programa é “a única voz de sua filha”.

As empresas Semantic Compaction e Prentke Romich estão processando a desenvolvedora do aplicativo Speak for yourself, que tem o mesmo nome do aplicativo, por infração de patentes. Em função do caso, a Apple removeu o programa da loja de aplicativo a pedido das requerentes. Ambas as empresas têm produtos no mercado que fazem função semelhante ao aplicativo para iPad. No entanto, eles têm um dispositivo próprio para isso.

O aplicativo Speak for yourself, basicamente, exibe uma série de blocos com pronomes, verbos e palavras separadas por temas. Cada um dos blocos tem alguma imagem para ilustrar a ação. Ao tocar os blocos, o aplicativo cria uma frase que em seguida é dita pelo programa.

A mãe de Maya mantém um blog em que explica a importância do aplicativo para a garota de 4 anos. “Ela conseguia fazer pedidos de forma educada [com o programa], escolhendo a opção ‘quero biscoito, por favor’. Há dois dias ela olhou para o meu marido e escreveu ‘Eu te amo, papai’”, escreveu a mãe no blog da família chamado Niederfamily (em inglês).

O aplicativo ainda funciona no iPad da família, porém, com o desenvolvimento do processo, a Apple poderá apagar remotamente o programa. “Eu não consigo entender o motivo pelo qual as empresas solicitaram para a Apple remover o aplicativo, uma vez que eles já tinham processado a Speak for Yourself, e a razão que fez a Apple tirar o programa, mesmo com o advogado da empresa desenvolvedora tendo explicado que a reclamação não procedia”, postou a mãe da Maya. (Com informações do "Huffington Post").

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos