Hackers publicam nome e e-mail de supostos frequentadores de chats sobre pedofilia

Do UOL, em São Paulo

 

Em uma operação intitulada PedoChat, o grupo hacker Anonymous divulgou na internet os nomes e endereços de e-mail de supostos pedófilos, que usariam chats online para a troca de informações e imagens. Os dados dos suspeitos, informa o “Daily Mail”, foram publicados no site de armazenamento de textos Pastebin.

Em um vídeo publicado na internet, um porta-voz do grupo anunciou a operação. “Percebemos o crescimento no número de sites dedicados a pedófilos, que usam essas páginas para conversar e trocar imagens.”

O porta-voz pediu a ajuda do público, para pressionar os políticos e a mídia na tentativa de fechar essas páginas. De acordo com o “Daily Mail”, esses chats ficam escondidos, e são desconhecidos do grande público.

Esse mesmo grupo realizou uma operação parecida no ano passado, divulgando o endereço IP (que identifica o computador de cada usuário da internet) dos visitantes de sites pedófilos. A ação Darknet tinha como um dos principais alvos a página Lolita City que, de acordo com o Anonymous, armazenava mais de 100 GB de pornografia infantil. 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos