Com câmera de 5 megapixels e processador esperto, Nokia 500 tem design que atrapalha

Flávio Carneiro
Do UOL, em São Paulo

À primeira vista, o que mais chama a atenção no Nokia 500 é o fato de ele ser fino e comprido (com 5,3 cm x 11 cm). O impacto desse design é sentido, na prática, nas primeiras mensagens de texto recebidas. Com tela touchscreen (de excelentes respostas, por sinal), as letras que surgem no smartphone parecem palitinhos, de tão finas. A solução, para melhorar a experiência, é virar o aparelho para a horizontal (nessa ocasião, as letras voltam a se alargar). Seu preço sugerido é de R$ 650 (desbloqueado).

Direto ao ponto: Nokia 500

Tela: 3,2 polegadas (360 x 640 pixels)
Processador: 1 GHz
Sistema: Symbian OS
Câmera: 5 megapixels
Teclado: QWERTY touchscreen
Memória: cartão de 2 GB incluso, chega a 32 GB (micro SD)
Conectividade: Wi-Fi e 3G
Preço sugerido: R$ 650
Pontos positivos: câmera ótima e sistema operacional intuitivo; cartão SD de 2 GB incluso
Pontos negativos: teclado apertado; aplicativos dispostos em uma fila interminável

Ainda por conta do design “espichado”, o Nokia 500 pede maior curva de aprendizado para se acostumar e operá-lo com plenitude. A tela de 3,2 polegadas, por exemplo, parece ser mal aproveitada. Os ícones que surgem nela são obrigados a ficar em uma longa fila (quase interminável). Sem instalar nada novo, o equipamento sai de fábrica com 15 aplicativos verticalmente dispostos. Para acessar o último, lá embaixão, é necessário uma boa ginástica dos dedos (e dá-lhe toques morro abaixo).

Fora o problema de design, o smartphone conta com muitos, muitos bons recursos - um deles é a ótima câmera de 5 megapixels, que faz imagens vivas, com qualidade de sobra para serem utilizadas em redes sociais, enviadas por e-mail ou para serem impressas. Entre os avaliados, é o que melhor conta com o suporte para fotos.

Nesse caso específico do Nokia 500, aliás, quase não há o que reclamar do sistema operacional Symbian OS. O funcionamento é intuitivo. A interface lembra, em diversas ocasiões, a do Android, já que permite uma série de personalizações. Outro destaque do aparelho: seu bom processador de 1 GHz quase nunca engasga. Mais uma vez, entre os avaliados, é o que melhor e mais rapidamente responde a comandos (simples, como leitura de e-mail, ou para acionar itens pesados, como games).

Com quase um ano de lançamento, o preço inicial do smartphone da Nokia era de R$ 650, mas já despencou e pode ser encontrado por pouco mais da metade do valor em buscadores de produtos na internet.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos