Com câmera de 8 megapixels, Nokia C7 só fica devendo no sistema operacional

Sérgio Vinícius
Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Nokia C7 agrada com alta resolução da câmera

    Nokia C7 agrada com alta resolução da câmera

O telefone celular Nokia C7 tem câmera de 8 megapixels e flash LED duplo, tela de 3,5 polegadas de Amoled e revestimento em metal inoxidável escovado com 10 mm de espessura. Além de muito confortável na mão, o bichinho é rápido nas respostas e excelente em quase todos os quesitos.

'Quase' porque ele é dotado do Symbian3, um sistema operacional limitado, que não tem a versatilidade dos atuais concorrentes - iOS, Android e mesmo o Windows Phone, que a Nokia embarca em outros aparelho. No C7 avaliado pela reportagem, o que se vê é um sistema com softwares limitados, aplicações restritas e pouco atraentes.

Direto ao ponto

Nome: Nokia C7
Tela: Touchscreen de 3,5 polegadas
Câmera: 8 megapixels
Dimensões: 5,6 x 11,7 x 1 (LxAxP, em cm)
Velocidade do processador: 640 MHz
Peso: 130 g
Preço sugerido: R$ 560
Armazenamento: 8 GB (expansível a 32 GB)
Ponto positivos: Conjunto de hardware muito bom; ótima câmera
Pontos negativos: O sistema Symbian persiste e é o que temos

Claro: quem nunca encostou em um Android ou em um iOS e está acostumado com a interface típica de telefones Nokia (pré-Windows Phone) não sentirá falta de nada. Há aplicativos de mapas, de e-mail e uma série de facilidades para rodar conteúdo multimídia. É muito simples, por exemplo, assistir a vídeos e ouvir músicas.

Um software que agrada é o editor de imagens, que trabalha em conjunto com a excelente câmeras de 8 megapixels. Assim que o usuário bate a foto, pode acessar uma intuitiva paleta de edição. Entretanto, o envio dessas fotos para redes sociais não é simples. O usuário terá de se virar para subir o arquivo em sistemas como Facebook ou Twitter.

Um ponto que chama a atenção positivamente no hardware é o excelente touchscreen do equipamento. Dos melhores do mercado, o usuário só erra a digitação se caprichar ou tiver uma crise de soluções. O acelerômetro é também destaque no aparelho. Assim que o equipamento é levemente inclinado, a tela já muda de posição automaticamente. Trata-se de um dos raros smartphones avaliados pela reportagem que altera a posição dos ícones da tela da vertical para a horizontal, e vice-versa, sem demora ou travamentos.

Por fim, o Wi-Fi peca muito. Eis mais uma prova de que o bom Nokia C7 por a partir de R$ 560 (em sites comparadores de preço) merecia um melhor sistema. Nos testes do UOL Tecnologia, inadvertidamente (por uma barbeiragem e total branco do operador) foi digitada erroneamente a senha da internet no aparelho. Por conta do erro, levou-se mais de duas horas para reverter a situação. A internet simplesmente não conectava.

Depois de algumas muitas tentativas, algumas velas brancas e bastante reza braba, a solução foi encontrada resetando as configurações originais do aparelho e depois, novamente, indicando login e senha da rede. Em um sistema operacional com mais recursos ou intuitivo, provavelmente, um mísero comando resolveria o problema. 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos