iPhone fica pequeno perto de smartphone Huawei com tela de 6 polegadas; conheça o aparelho

Ana Ikeda
Do UOL, em Las Vegas (EUA)

  • Júlio César Guimarães/UOL

    Com a tela de 6,1 polegadas, é inegável o jeitão de tablet do smartphone Ascend Mate

    Com a tela de 6,1 polegadas, é inegável o jeitão de tablet do smartphone Ascend Mate

"Isso é um tablet ou um smartphone?" A pergunta, que diante de um iPhone ou iPad seria ridícula, é realmente necessária diante do Ascend Mate. A resposta dada por um representante da fabricante chinesa Huawei, na feira de tecnologia CES 2013, foi rápida: smartphone. Mas com a tela de 6,1 polegadas, seu jeitão de tablet é inegável.

O Ascend Mate é tão grande que mal coube na palma da minha mão. Ao lado de um iPhone 4, a diferença de tamanho é gritante, fazendo o aparelho da Apple parecer nanico. A telona do smartphone da Huawei muito mais confortável para leitura de páginas de sites – nem precisa ser na versão móvel –, mas atender uma ligação levando o Ascend Mate diretamente à orelha certamente não será uma cena discreta.

  • Júlio César Guimarães/UOL

    À esquerda, um Ascend Mate, da Huawei, com tela de 6,1 polegadas. À direita, um iPhone 4, com 3,5 polegadas. A diferença de tamanho é gritante, fazendo o aparelho da Apple parecer nanico

Essa categoria de aparelhos que ficam na fronteira entre tablets e celulares – chamados extraoficialmente de foblets ou phablets --, vem ganhando cada vez mais força. Até o anúncio feito pela Huawei, o Galaxy Note II era o modelo mais pretencioso, com 5,5 polegadas. Ele será desbancado em fevereiro, quando o novo gigante será lançado no mercado chinês – o preço ainda não foi divulgado.

 


Apesar do tamanho da tela, o ultraportátil não possui resolução tão grande quanto poderia. Ele tem 1.280 x 720 pixels (concentração de 241 pixels por polegada), enquanto modelos top no mercado, com tela de 5 polegadas, têm maior resolução. Entre eles o Samsung Galaxy S III (306 ppi), o iPhone 5 (326 ppi) e o Xperia Z (441 ppi), este último também apresentado na CES 2013

Passado o impacto inicial do telão, é possível observar outras características do aparelho. O Ascend Mate traz recursos para concorrer com os principais smartphones no mercado, com processador quad-core de 1,5 GHZ, sistema Android 4.1 (Jelly Bean) e câmera de 8 megapixels. O aparelho é fino (9,9 mm) e leve (198g),  apesar do tamanho avantajado. A título de comparação, o Galaxy Note II tem 9,4 mm e 181 g e o Galaxy S III tem 8,6 mm e 137 g, enquanto o iPhone 5 apresenta 7,6 mm e 112 g.

Mesmo com hardware caprichado, o Ascend Mate peca pela falta de conectividade 4G, presente na maioria dos smatphones top de linha lançados recentemente. Outro incômodo que sentimos quando usamos o aparelho é a ausência do botão home – não o físico, mas o na tela do aparelho. O menu fica escondido como uma barra inferior, em uma adaptação um tanto esquisita do layout do Jelly Bean.

Para quem procura um smartphone com tela maior que 4 polegadas, o Ascend Mate só vale o investimento se a tela "gigante" for para um uso muito específico, como profissional – para visualizar tabelas, gráficos, textos grandes, etc. Caso contrário, smartphones com tela de até 5 polegadas são uma escolha melhor. E mais discreta.

Últimas de Tecnologia

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos