Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2013/02/21/pesquisas-sobre-facebook-deduram-como-voce-se-comporta-na-rede-social.htm
  • totalImagens: 19
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130221060100
    • Redes sociais [16852]; Facebook [16760]; Curiosidades na tecnologia [61189]; Vida digital [53786];
Fotos

Pesquisas sobre comportamento das pessoas no Facebook estão na moda: praticamente surge uma nova por dia. Mas já parou para pensar se tudo o que elas mostram acontecesse de verdade? Você cortaria laços com um amigo na vida real só porque ele deletou você dos contatos, continuaria amigo de ex-namorado na rede social e até acessaria o seu perfil... do banheiro? Veja a seguir algumas dessas coisas que você ''faz'' Arte UOL Mais

"Stalkers", vocês não estão sozinhos (a palavra em inglês se refere a quem persegue alguém). A Western University do Canadá conduziu uma pesquisa que revelou que cerca de 88% dos usuários do Facebook espionam o que o ex faz na rede social Arte UOL Mais

Mulheres são mais propensas a sentir ciúmes do que homens ao ler posts no Facebook, principalmente se elas imaginam que as outras pessoas veem problemas no relacionamento do casal, segundo um estudo da Universidade do Alabama (EUA) Arte UOL Mais

Um estudo realizado com 5.000 solteiros pelo site de relacionamentos Match.com indica que quase metade das mulheres (48%) fazem buscas no Facebook, antes do primeiro encontro, para saber mais sobre o pretendente. Entre os homens, esse número fica em 38% (49% deles consideram a prática inaceitável) Arte UOL Mais

Uma pesquisa americana indica que cerca de 46% dos usuários da rede social admitem ter excluído algum contato por ele compartilhar informações demais na Timeline. Além das atualizações "compulsivas", outros comportamentos reprovados e "punidos" com a exclusão da lista de contatos incluem compartilhar fotos excessivamente e curtir centenas de páginas de uma só vez Arte UOL Mais

Até onde chega seu vício pelo Facebook? Responda com sinceridade: você não consegue desconectar-se da rede nem quando está no banheiro, sentado no trono magnânimo? Você não é o único. Uma pesquisa da agência de marketing interativo norte-americana AIS Media concluiu que 27% dos americanos que têm conta no Facebook acessam a rede enquanto estão no banheiro. A agência entrevistou aleatoriamente 500 americanos para calcular a estatística Arte UOL Mais

Um estudo da Universidade de Kansas (EUA) indica que publicar informações demais no Facebook pode ser prejudicial a relacionamentos amorosos. O levantamento indica que as pessoas não gostam quando seus parceiros divulgam seus sentimentos profundos ou experiências pessoais na rede social Arte UOL Mais

O mesmo estudo da Western University do Canadá indicou que cerca de 48% das pessoas continuaram amigas dos seus ex-namorados (as) no Facebook. O que nos faz lembrar a pesquisa sobre ''espionar seu ex faz mal à saúde emocional'' Arte UOL Mais

Um estudo indica que o ato de deixar de ser amigo de alguém no Facebook (também chamado de "unfriend") pode, sim, ter consequências na vida real. Cerca de 40% dos 582 entrevistados na pesquisa da University of Colorado Denver disseram que evitariam uma pessoa que cortou com elas a amizade virtual. Metade disse que não evitaria, enquanto 10% não sabem. Arte UOL Mais

Uma pesquisa da Universidade Humboldt, na Alemanha, aponta que um em cada três usuários do Facebook sente inveja ao olhar fotos de amigos em férias, momentos felizes com a família ou na ''balada'' Arte UOL Mais

Um estudo da Universidade de Brunel, em Londres, indica que seria bom você esquecer seu antigo amor: aqueles que não excluem ex-namorados(as) da rede social tendem a ficar mais angustiados e não conseguem ''seguir em frente''. O estudo, feito com 464 participantes, estima que cerca de um terço deles usava o Facebook para acompanhar as atividades do ex-parceiro. ''A pesquisa sugere que a exposição a um ex-parceiro via Facebook pode obstruir o processo de 'cura' depois do término da relação'', afirma a psicóloga Tara Marshall, pesquisadora-chefe Arte UOL Mais

Como se não bastasse ficarem espionando o perfil do ex no Facebook, as pessoas querem saber se o antigo amor já está em outra. A pesquisa da Western University do Canadá indica que 74% dos entrevistados olhavam o perfil de pessoas que eles achavam ser o novo parceiro do ex Arte UOL Mais

O estudo conduzido por Keith Wilcox (professora de marketing da Columbia Business School) e Andrew T. Stephen (professor assistente de administração na Universidade de Pittsburgh) associa o uso intenso do Facebook à massa corporal mais alta e também a um índice maior de dívidas com cartões de crédito Arte UOL Mais

Um estudo feito nos Estados Unidos indica que 61% dos usuários de Facebook já "deram um tempo" da rede social durante um período de semanas ou até mesmo meses ? nos EUA, 67% dos internautas adultos têm perfil nessa rede. Além disso, 20% daqueles que não estão atualmente no Facebook dizem já ter usado o site, mas desistido. Desses "desistentes", 8% pensam em voltar. Arte UOL Mais

O aumento da autoestima de usuários em redes sociais, causado por "curtidas" no Facebook, e comentários positivos de amigos em redes sociais podem acabar diminuindo o autocontrole dessas pessoas ? dentro e fora da vida online Arte UOL Mais

Um estudo das Universidades do Alabama e de Lock Haven mostra que, em termo de tarefas múltiplas desempenhadas por estudantes, apenas o Facebook e a troca de mensagens de celular pareceram prejudicar a performance acadêmica, estando ligados a notas globais menores. ''Empenhar-se nessas duas atividades enquanto tenta completar tarefas escolares pode atrapalhar o processamento cognitivo e impedir um aprendizado mais profundo'', diz o estudo Arte UOL Mais

Mais um indicativo do ''martírio'' emocional ao qual as pessoas se submetem ao ficarem olhando o perfil do ex-parceiro no Facebook. A pesquisa da Western University do Canadá mostrou que 64% das pessoas ainda reliam mensagens antigas dos seus ex na rede social Arte UOL Mais

Quais os motivos que levam a desconfiança entre um casal? Mensagens no celular no meio da noite? Troca de e-mails intermináveis com colegas de trabalho? Marcas de batom no colarinho? Happy hour com as amigas até tarde? Nada disso! Uma pesquisa divulgada pela Academia Norte-americana de Advogados Matrimoniais mostrou que 20% dos casais apontam o Facebook como uma das causas das desavenças Arte UOL Mais

Um estudo conduzido pelo centro educacional Kaplan, nos Estados Unidos, entrevistou cerca de 2.300 adolescentes com menos de 18 anos que possuem conta no Facebook. Do total, 35% dos adolescentes, cujos pais também possuem conta na rede social, não aceitaram o pedido de seus genitores. Entre o grupo dos que não aceitaram, 38% alegam ter ignorado sumariamente a requisição Arte UOL Mais

Pesquisas sobre Facebook ''deduram'' como você se comporta na rede social

Últimos álbuns de Tecnologia

UOL Cursos Online

Todos os cursos