Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2014/02/21/com-google-entre-os-parceiros-usina-solar-e-inaugurada-nos-eua.htm
  • totalImagens: 33
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140221095408
    • Curiosidades na tecnologia [61189];
Fotos

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construída em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, a estrutura custou US$ 2,2 bilhões (cerca de R$ 5,22 bilhões) e tem capacidade de fornecer anualmente energia para 140 mil casas (total de 392 megawatts). A usina é composta por três sistemas Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construída em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, a estrutura custou US$ 2,2 bilhões (cerca de R$ 5,22 bilhões) e tem capacidade de fornecer anualmente energia para 140 mil casas (total de 392 megawatts). A usina é composta por três sistemas Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construída em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, a estrutura custou US$ 2,2 bilhões (cerca de R$ 5,22 bilhões) e tem capacidade de fornecer anualmente energia para 140 mil casas (total de 392 megawatts). A usina é composta por três sistemas Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O ''Gizmodo'' relatou uma polêmica envolvendo a usina solar: o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC. Isso já era esperado entre os efeitos colaterais do projeto Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O ''Gizmodo'' relatou uma polêmica envolvendo a usina solar: o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC. Isso já era esperado entre os efeitos colaterais do projeto Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O ''Gizmodo'' relatou uma polêmica envolvendo a usina solar: o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC. Isso já era esperado entre os efeitos colaterais do projeto Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O ''Gizmodo'' relatou uma polêmica envolvendo a usina solar: o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC. Isso já era esperado entre os efeitos colaterais do projeto Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O ''Gizmodo'' relatou uma polêmica envolvendo a usina solar: o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC. Isso já era esperado entre os efeitos colaterais do projeto, composto por três sistemas Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros (foto). Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros (foto). Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros (foto). Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros (foto). Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros (foto). Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos (foto) controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros. Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

O projeto tem o Google como parceiro, leva o nome de Ivanpah Solar Electric Generating System (sistema de geração de energia solar Ivanpah) e ocupa 14 mil km2 no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Inaugurado em meados de fevereiro com investimento de US$ 2,2 bilhões (cerca de R$ 5,22 bilhões), ele deve fornecer energia para 140 mil casas no Estado (total de 392 megawatts) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google - dizem se tratar do maior sistema de torres de energia solar do mundo. São 347 mil espelhos controlados por computador, que refletem a luz do sol em caldeiras localizadas nas torres com 140 metros. Os tubos aquecidos aumentam a temperatura da água, criando o vapor que gera a eletricidade. Essa energia limpa é transferida para casas e estabelecimentos comerciais Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Segundo os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google -, essa forma de gerar eletricidade evita a emissão de milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros poluentes. ''Seria equivalente a tirar 70 mil carros das ruas'', diz o site oficial do projeto, explicando a quantidade de poluentes que deixa de ser produzida Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Segundo os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google -, essa forma de gerar eletricidade evita a emissão de milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros poluentes. ''Seria equivalente a tirar 70 mil carros das ruas'', diz o site oficial do projeto, explicando a quantidade de poluentes que deixa de ser produzida Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Segundo os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google -, essa forma de gerar eletricidade evita a emissão de milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros poluentes. ''Seria equivalente a tirar 70 mil carros das ruas'', diz o site oficial do projeto, explicando a quantidade de poluentes que deixa de ser produzida Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Segundo os responsáveis pelo projeto - entre eles o Google -, essa forma de gerar eletricidade evita a emissão de milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros poluentes. ''Seria equivalente a tirar 70 mil carros das ruas'', diz o site oficial do projeto, explicando a quantidade de poluentes que deixa de ser produzida Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

A usina solar acima foi inaugurada em meados de fevereiro no deserto de Mojave (Califórnia, EUA). Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Estrutura com ventiladores gigantes faz parte da usina solar. Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água ? o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Estrutura com ventiladores gigantes faz parte da usina solar. Construído em parceria entre o Google, a NRG Energy e a BrightSource Energy, o sistema tem 347 mil espelhos controlados por computador. Eles refletem a luz do sol em caldeiras, aumentando a temperatura da água - o vapor gera a eletricidade, que seria capaz de abastecer 140 mil casas na Califórnia (EUA) Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Funcionários monitoram a operação da usina solar, que usa vapor de água para gerar eletricidade. Segundo o ''Gizmodo'', o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Funcionários monitoram a operação da usina solar, que usa vapor de água para gerar eletricidade. Segundo o ''Gizmodo'', o sistema mata pássaros com seus altíssimos níveis de calor, que podem chegar a 573ºC Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Foto de julho de 2014 mostra torres da usina solar no deserto de Mojave (Califórnia, EUA) em funcionamento, mesmo à noite. Inaugurado em meados de fevereiro, o complexo tem o Google entre parceiros e deve fornecer energia para 140 mil casas no Estado Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Foto de julho de 2014 mostra torres da usina solar no deserto de Mojave (Califórnia, EUA) em funcionamento, mesmo à noite. Inaugurado em meados de fevereiro, o complexo tem o Google entre parceiros e deve fornecer energia para 140 mil casas no Estado Ethan Miller/Getty Images/AFP Mais

Com Google entre os parceiros, usina solar é inaugurada em deserto dos EUA

Últimos álbuns de Tecnologia

UOL Cursos Online

Todos os cursos