De drones a chuveiro: os produtos mais legais da feira de eletrônicos CES

Do UOL, em São Paulo

  • Steve Marcus/Reuters

    Pessoas olham para uma TV LG OLED 4K durante a CES 2016

    Pessoas olham para uma TV LG OLED 4K durante a CES 2016

A feira de eletrônicos CES 2016, que ocorre nesta semana em Las Vegas, mostrou ao público um número infinito de novos produtos que pretendem moldar como vai ser o futuro da tecnologia. De drones a chuveiros, a feira mostrou tendências que podem (ou não) se tronar reais e úteis no dia a dia nos próximos anos.

Fazer uma lista de poucos itens é quase impossível, mas alguns sites internacionais especializados em tecnologia, como Mashable, Engadget e Wired, tentaram identificar quais os produtos mais legais deste ano. Veja abaixo:  

Os produtos mais legais da CES 2016

Divulgação
Divulgação

Aparelho de som que "lê" o gosto de quem está no ambiente

Um dos produtos que ganhou prêmio de inovação dos organizadores da CES 2016 é o Prizm. O objeto parece genial: ele identifica o gosto musical das pessoas reunidas no ambiente e cria uma playlist. Como ele faz isso? Por meio do wi-fi e bluetooth, ele lê todos os smartphones que contam com o aplicativo do serviço e identifica o gosto em apps de streaming como Spotify, Deezer e Soundcloud. Deve ser vendido ainda no início de 2016 por US$ 149 (R$ 600).
John Locher/AP
John Locher/AP

Drones podem substituir transporte e pau de selfie

A empresa EHang apresentou o drone EHang 184, que tem espaço para um ocupante. A companhia chinesa diz que o veículo, capaz de sustentar uma pessoa de até 100 kg, pode chegar a 100 km/h. A viagem é toda programada por um app: basta embarcar e decolar. Obviamente, o drone não está liberado para comércio, mas deve custar até US$ 300 mil (R$ 1,2 milhão). Ainda em drones, novos equipamentos podem deixar aquele seu pau de selfie obsoleto. Aeronaves como AirDog e Hexo+ são capazes de te seguir e filmar sua aventura
John Locher/AP
John Locher/AP

Mundo virtual cada vez mais real

Óculos de realidade virtual se tornam cada vez mais reais para os consumidores. Um dos grandes destaques foi o Oculus Rift, que teve o início das vendas anunciado - o objeto voltado para gamers pode ser a próxima geração de videogames, com os jogadores "imersos" no ambiente. Outro objeto que causou impacto foi um capacete de paintball que permite ver um mapa interno de onde estão seus aliados e o território da brincadeira, como se fosse um mapa em um vídeogame.
Reprodução
Reprodução

Saúde alimentar ganha espaço

O scanner SCiO promete mostrar tudo o que está em um alimento que você vai ingerir. O funcionamento é simples: basta mirar o laser na comida e o aplicativo de celular mostrará os valores nutricionais, além do peso do alimento. Não confia nos resultados? A empresa abriu um site para explicar a tecnologia, baseada em infravermelho e na vibração de moléculas. O produto custará US$ 249 (R$ 1.000) e o aplicativo terá taxa mensal de US$ 10 (R$ 40). Ainda em alimentação, uma start-up mostrou uma garrafa de água que é capaz de inserir nutrientes em suas bebidas e monitorar seus hábitos de ingestão de líquidos. Ainda não chegou ao comércio.
Divulgação/Samsung
Divulgação/Samsung

Novo rival do iPad Pro e notebook para gamers

Uma feira de eletrônicos sem equipamentos relacionados à computação ainda não faz sentido. A semana começou com anúncio da Samsung de seu mais novo tablet profissional, que vem com Windows 10 e servirá para concorrer com o iPad Pro, da Apple, e Surface, da Microsoft (o melhor da Samsung: o teclado adaptável já vem na caixa). Já o notebook mais comentado da feira é o Razer Blade Stealth, leve e potente. Um dos destaques dele é ser adaptável a um gabinete externo que melhora gráficos, o que torna um grande notebook para gamers
Ethan Miller/Getty Images/AFP
Ethan Miller/Getty Images/AFP

Transporte que vira robô e amigo

A Segway fez alguns meios de transporte de curtas distâncias no passado que não fizeram tanto sucesso, mas isso pode mudar. O Ninebot Segway é um dos xodós da CES 2016. Feito em parceria da Intel com a Ninebot, o objeto oferece transporte por até 30 km em uma velocidade máxima de 18 km/h. O produto reconhece objetos ao redor e ainda se torna uma companhia, graças a uma espécie de rosto fofo criado no display do robô - pode até seguir e tirar fotos ou vídeos dos donos! O objeto atende a porta e deve se tornar uma realidade para consumidores até o fim do ano.
Márcio Padrão/UOL
Márcio Padrão/UOL

TVs ultrafinas (e até uma flexível)

Os aparelhos ganharam upgrades de todas as grandes marcas: Samsung, LG, Sony, Panasonic... As sul-coreanas LG e Samsung se destacaram com seus monitores com as últimas tecnologias de imagem, OLED e Quantum DOT, respectivamente, e espessura cada vez mais fina. A LG avançou ainda mais no futuro ao mostrar em uma sala restrita um protótipo de uma TV de 18 polegadas que se enrola como um jornal. Outras marcas, como a Roku, também anunciaram aparelhos 4K, apesar de as companhias mais conhecidas já avançarem para o 8K.
Divulgação/Samsung
Divulgação/Samsung

Geladeira que pede comida

Eletrodomésticos tiveram novidades animadoras. A maior revolução está na geladeira. A LG, por exemplo, mostrou um refrigerador que, ao se tocar na porta, acende luzes internas e é possível ver o que há dentro. Um sensor de pé abre a porta automaticamente, caso você esteja com a mão ocupada. Já a da Samsung transforma a geladeira no centro: a tela touch permite anotar, ver receitas, deixar recados para outras pessoas da casa e até mesmo comprar produtos por meio de um aplicativo. Dentro do refrigerador, câmeras tiram fotos do que há dentro e ainda identificam o que está para vencer
John Locher/AP
John Locher/AP

Produtos retrôs ficam modernos

Uma onda retrô esteve nos corredores da CES 2016. Enquanto relógios inteligente ganharam visual vintage, como o da Fossil, a área de áudio e vídeo reviveu algumas tecnologias do passado, e com destaque. A Panasonic anunciou uma nova linha de toca-discos da Technics, bastante utilizado por DJs, em resposta a uma recente explosão na venda de vinis. O aparelho, com nova tecnologia que dá mais estabilidade ao motor e ao som, estará disponível em lojas até o fim do ano
Divulgação
Divulgação

Câmera de vigilância (muito) inteligente

A empresa oferece as câmeras de vigilância Presence, que podem reconhecer e distinguir rostos, animais ou cachorros que entrem no território de sua residência. Por meio de um aplicativo, é possível limitar a área que a câmera abrange e criar regras para o equipamento - como, por exemplo, gravar qualquer pessoa que aparecer em sua porta ou disparar uma luz em animais que estejam entre suas plantas. À noite, o objeto funciona com infravermelho. O preço será abaixo dos US$ 300 (R$ 1.200), segundo o fabricante.
Divulgação
Divulgação

Meia que salva vidas de bebês

A Owlet pode facilitar a vida dos pais. O objeto é uma espécie de meia que serve para salvar vidas. O produto monitora o batimento cardíaco e o nível de oxigênio da criança e alertar caso algum dado anormal surja para prevenir sufocações involuntárias. O preço nem é tão absurdo: US$ 250 (R$ 1.000). Outra novidade que pode interessar aos pais e que serve também para adultos é um novo termômetro da Withings. O objeto identifica a temperatura da pessoa apenas pairando sobre uma das artérias temporais, nos dois lados da cabeça. O preço é de US$ 99,95 (R$ 400).
Robyn Beck/AFP
Robyn Beck/AFP

Onda fitness veio para ficar

Não faltaram na CES produtos voltados à saúde. O mais destacado por sites estrangeiros é o Fitbit Blaze, nova edição de relógio que monitora atividades e que pareceu ser bem melhor do que o modelo antigo, com design simples, tela touch e que custa "apenas" US$ 200 (R$ 800). As pulseiras inteligentes também estiveram presentes, como a iFit, que monitora até o sono. Mas para que usar uma pulseira ou relógio se um tênis pode fazer isso? Pois é, alguns modelos de "tênis inteligente" surgiram, como o Under Armour Gemini 2, que custa US$ 180 (R$ 725)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos