Estas 10 dicas vão te ajudar a retardar o "envelhecimento" da sua bateria

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

Sai ano, entra ano e continuamos com o mesmo problema: as baterias que duram pouco. Mesmo com inovações constantes, as baterias de lítio dos smartphones parecem ter atingido um teto tecnológico, fazendo com que fabricantes invistam mais em processadores, componentes e sistemas para melhorar a performance com baixo consumo de energia. 

É importante saber que o desgaste das baterias de lítio ao longo dos anos é natural, mas pode ser agravado pelo mau uso. Fatores externos podem sim levar a um envelhecimento precoce, que compromete a durabilidade dos ciclos de carga e descarga.

"No calor, há uma redução do desempenho. Já em baixas temperaturas, ocorre o contrário", mostra um estudo da Proteste. "A combinação de uma bateria carregada totalmente com muito calor encoraja a oxidação das células, deixando-a fraca. Se isso acontece, não há como reverter."

A melhor maneira de preservar a autonomia é carregar menos o telefone.

Veja algumas ações simples e eficientes

1. Utilize carregadores originais

É importante usar apenas o carregador original fornecido pelo fabricante, feito sob medida para cada aparelho. Evite usar carregadores de outros dispositivos, ainda que adaptáveis.

2. Não use carregadores de tablets nos smartphones

Os carregadores de tablets fornecem corrente de 2 amperes, enquanto a corrente dos carregadores dos smartphones gira em torno de 1,8 ampere. Apesar de acelerar o processo de carga, [a corrente de 2 amperes] tende a danificar a bateria do celular

3. Nunca deixe a bateria descarregar totalmente

Não espere a bateria zerar para então carregá-la. Os fabricantes recomendam que o telefone não chegue a níveis de bateria baixos. Muitos aparelhos, inclusive, desligam sozinhos antes de o nível chegar à reserva, justamente para preservar a bateria. A recomendação é que a recarga seja feita quando chegar a 20% da capacidade.

4. Tenha um carregador portátil

Para evitar que a bateria do aparelho descarregue totalmente, mantenha sempre em mãos carregadores portáteis. Cabos USB e os carregadores de carros também ajudam a bateria de quem costumam usar com frequência o GPS do smartphone.

5. Desative notificações automáticas

Desativar todas as notificações automáticas economiza energia, pois não há a varredura por novas notificações e a tela do aparelho não acenderá.

6. Fuja das animações

É muito comum os celulares terem um fundo de tela animado. Esse tipo de função mantém o smartphone mais ativo e, consequentemente, consome mais bateria.

7. Diminua o brilho da tela

Quanto mais brilho, mais gasto de bateria. Sempre que possível, opte pelo brilho automático, que faz o ajuste de acordo com as reais necessidades. Caso o dispositivo não disponha dessa opção, procure usar sempre menos luz.

8. Cuidado com wi-fi, Bluetooth e GPS

Desative as funções de wi-fi, Bluetooth e GPS quando não estiver usando. Aplicativos que usam GPS são os que mais consomem bateria, por isso vale encerrá-los logo após o uso. E, se estiver com pouca bateria, desabilite as conexões de dados.

9. Ligue o modo avião em locais sem sinal

Celulares consomem muita bateria ao buscar cobertura. Em um local sem sinal, reduza o consumo com a opção "modo avião" ou "offline" (você continua usando o celular, mas não poderá fazer ligações).

10. Evite lugares quentes

Evite lugares muito quentes ou frios: o calor é um vilão para as baterias, fazendo com que descarreguem rapidamente, e o frio tende a danificar o componente. Ou seja, não é para ficar se bronzeando com o celular na mão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos