Tudo o que Mark Zuckerberg "não sabe" sobre a rede social que fundou

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

    Zuckerberg não respondeu a todas as questões feitas por senadores

    Zuckerberg não respondeu a todas as questões feitas por senadores

"Vou falar com minha equipe e eles entrarão em contato com você". Essa frase foi repetida muitas vezes por Mark Zuckerberg quando estava em frente ao pelotão que o interrogou nas audiências no Congresso dos Estados UnidosO chefão do Facebook disse "não saber" de muitas atividades dentro do Facebook, rede social da qual é criador.

É verdade que algumas perguntas dos parlamentares, muitos deles de idade avançada, eram confusas e fora da alçada do executivo, mas, em quase dez horas somadas de depoimento, Zuckerberg mostrou que sabe como sair pela tangente em questões espinhosas.

VEJA TAMBÉM

Apesar de responder especificamente sobre alguns dos escândalos, Zuckerberg não sabia coisas como: em quanto tempo os dados de alguém que deletou o Facebook são apagados? A rede social rastreia pessoas online até quando estão deslogadas? Quais os termos de uso do contrato com Aleksandr Kogan, pesquisador que criou o app usado pela Cambridge Analytica?

Esta foi a primeira vez que o fundador do Facebook foi sabatinado pelo Congresso. Antes, apenas outros executivos da rede social foram submetidos ao interrogatório. 

A democrata Debbie Dingell resumiu bem: "Como executivo-chefe, você não sabia alguns fatos essenciais. Não sabia sobre casos judiciais importantes relacionados à privacidade e à sua empresa. Não sabia que a FTC [Federal Trade Commission] não tem multas. Não sabia o que é um shadow profile. Não sabe quantos apps precisa auditar. Não sabe quais outras empresas compraram os dados de Kogan, mesmo que você tenha sido questionado ontem. Nem sabe quantos tipos de informações você está registrando."

Veja abaixo outros "não sei"

Zuckerberg desconhecia termos de uso de Kogan?

Um dos momentos mais incisivos foi quando o senador Richard Blumenthal ergueu placas com o que ele alegava ser os termos de uso que Aleksandr Kogan, criador do app usado pela Cambridge Analytica, firmou com o Facebook. Nele, constava a possibilidade de dados serem compartilhados a terceiros, incluindo para fins comerciais. Zuckerberg diz não ter conhecimento desse termo de uso (talvez não tenha lido?).

Quantos usuários leem os termos de serviço?

O executivo disse que "provavelmente não muitas" liam os termos, mas que ele não sabia dizer qual a porcentagem. Segundo ele, todos têm a oportunidade de ler os termos e nada muda o fato de que deram consentimento ao aceita-los. O Facebook provavelmente tem esses dados de quantos usuários leram os termos, já que é possível saber quanto tempo um usuário ficou em uma página.

Houve uma conversa sobre não avisar usuários em 2015?

O Facebook soube do caso Cambridge Analytica em 2015. Na época pediu que os dados fossem apagados e acreditou que a situação estivesse resolvida. Mas a rede social optou por não informar nem governos nem usuários sobre esse roubo de dados. Zuckerberg disse não saber se houve uma conversa interna sobre avisar os afetados.

Facebook rastreia pessoas até quando estão deslogadas?

O senador Wicker afirmou que existem relatos de que o Facebook rastreia a navegação de um usuário até quando ele está deslogado do site. Zuckerberg preferiu não responder e disse que seu time poderia voltar à questão mais tarde, já que não tinha as informações apuradas. O senador ficou surpreso e devolveu: "você não sabe isso?". Zuckerberg então citou cookies e afins, usados com fins de propagandas e segurança, mas não cravou a resposta.

Ele rastreia dados de pessoas que não têm conta?

Mas ao ser questionado sobre "shadow profiles" ("sombras de perfis", termo que se refere a perfis de pessoas que sequer têm contas no site), Zuckerberg confirmou que a empresa coleta dados de usuários sem contas para fins de segurança. Ele, porém "não sabe" quantas categorias de dados são coletadas dessas pessoas. A maioria dos sites da internet, especialmente os de comércio eletrônico, armazenam dados de usuários principalmente para evitar fraudes e outros usos ilegais.

Facebook rastreia usuário entre dispositivos?

Zuckerberg foi colocado contra a parede por um senador que questionou três coisas: se as pessoas davam uma permissão específica para rastrear usuários entre diferentes dispositivos, como essas permissões funcionam e se essas permissões aparecem em "pacotes". Ele, mais uma vez, não sabia.

Em quanto tempo deletar dados de quem sai do Facebook?

Zuckerberg sequer sabia quanto tempo leva para que os dados de alguém que deletou seu perfil sejam apagados de vez. Disse "não saber de cabeça". Falou ainda que a empresa deleta o mais rápido que pode, mas existem tecnicalidades a serem resolvidas antes de eles sumirem. O próprio site do Facebook responde essa questão: a plataforma apaga em até 90 dias as informações de seus servidores.

Qual o maior rival do Facebook?

Qual serviço Zuckerberg considerava ser seu maior rival? Na hora de responder isso, o fundador do Facebook se enrolou e gaguejou. Começou a citar empresas como Amazon e Apple, mas não cravou um grande concorrente. A questão envolvia o monopólio do Facebook em sua área.

A Rússia roubou dados?

O chefão da rede social disse não saber se há dados roubados por usuários guardados na Rússia, mas isso está sendo investigado. Questionado se Rússia e China coletaram dados de perfis do Facebook, a resposta foi: "imagino que vamos achar algumas coisas".

Existem outros aplicativos que roubaram dados?

Zuckerberg disse não saber se outros aplicativos, além do usado pela Cambridge Analytica, roubaram dados de usuários. Para isso, uma auditoria está sendo realizada. Depois, confirmou que Aleksandr Kogan vendeu dados a outras empresas. Também disse desconhecer se uma empresa chamada Palantir roubou dados.

Dados de menores são coletados?

Perguntado se o Facebook coleta dados de celulares Android, Zuckerberg explicou que o app Messenger oferece a opção de sincronizar mensagens de texto para que tudo seja feito em só um aplicativo. Perguntado se o quanto da coleta é feita para menores de 18 anos, Zuckerberg disse não saber.

Quais são as categorias de propaganda?

Sabe-se que o Facebook organiza usuários em uma variedade enorme de categorias personalizadas de propagandas. Questionado no Senado, o CEO falou que não sabia quantas categorias são e pareceu confuso com a questão. Ele também saiu pela tangente ao tentar responder se tudo que o usuário clica é guardado no Facebook.

Funcionários do Facebook se envolveram com a Cambridge Analytica?

Zuck também não sabe se algum funcionário do Facebook se envolveu no roubo de dados pela Cambridge Analytica. Ele apontou, contudo, que nenhum empregado foi demitido especificamente por causa do caso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos