Dicas de Tecnologia

Quer um aplicativo para gerenciar seus e-mails? Veja os principais

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

Whatsapp, Facebook Messenger, Telegram, Hangout. Você provavelmente manda mensagens por pelo menos um desses programas, mas o "velhinho" email, com quarenta anos, ainda não deixou de estar presente no dia a dia das pessoas.

Além de ser muito usado como ferramenta de trabalho, Yahoo e Google mantêm até hoje listas de discussão sobre diversos assuntos baseada em emails.

Pensando nisso, o UOL experimentou alguns dos aplicativos de e-mails mais populares da atualidade para mostrar seus pontos fortes e fracos. Quem sabe você não deixa o Whatsapp de lado um pouco e volta ao meio pioneiro na troca de mensagens pela internet?

Divulgação
Divulgação

Gmail (iOS, Android)

Mais popular desta lista, o app do Gmail aumentou seus usuários quando, em 2014, passou a aceitar contas de outros serviços de e-mail, como Yahoo e Exchange. A grande força do aplicativo está na sua interface funcional, que separa mensagens vindas de redes sociais e newsletters do restante da caixa de entrada, além de separar por cores os ícones dos remetentes --ou no caso de outros endereços Gmail, incluir as fotos do perfil do Google Plus.
Arte/UOL
Arte/UOL

UOL e BOL (iOS, Android)

Em 2015, foram lançados os aplicativos UOL Mail e BOL Mail, em que os assinantes do UOL e os usuários do BOL acessam seus e-mails com mais agilidade. Os apps suportam também até dez contas de provedores externos, como Yahoo, Gmail e AOL --desde que aceitem a configuração IMAP. As contas dos provedores mais conhecidos já vêm pré-configuradas: basta colocar login e senha. Pode ser, no entanto, que na sincronização de algumas contas seja preciso alterar a política de segurança do seu provedor. O uso do app é bem simples e intuitivo. A organização das contas é feita por nome e cores. É possível optar pela navegação simultânea nas contas ou de maneira individual.
Divulgação
Divulgação

Inbox (iOS, Android)

O Inbox é um experimento do Google que aparentemente é um "Gmail 2.0", com a adição de recursos para organizar melhor as mensagens, que podem ser separadas entre vida pessoal e profissional. Em sua tela inicial, o app divide os e-mails pelo período em que chegou, apresenta pré-visualização dos arquivos, vídeos e imagens em anexo; permite adiar e-mails; tem ainda uma seção de viagens que filtra os e-mais de bilhetes aéreos. Porém, o Inbox por enquanto só funciona para contas Gmail.
Divulgação
Divulgação

Outlook (iOS, Android, Windows Phone)

O aplicativo oficial para e-mails Hotmail e Microsoft Exchange é talvez o mais recomendado para mensagens corporativas. Ele divide a caixa de entrada por "prioritários", em que estão agregados os remetentes mais lidos e respondidos; e o "outros", com as mensagens mais aleatórias, digamos, que chegam até seu e-mail. Assim como na versão desktop do Outlook, ele traz a aba de calendário para agendar compromissos. Uma desvantagem vista no teste é que ele não consegue separar mensagens por filtros de remetentes de forma tão eficaz como a versão para PCs.
Divulgação
Divulgação

Spark (iOS)

Um dos principais recursos do Spark é a "smart inbox", que classifica os e-mails, colocando os mais novos e não lidos separados do resto, na parte de cima da tela. Assim como o Inbox do Google, ele cria filtros próprios de acordo com a natureza da mensagem ou dos remetentes, mostrando áreas de boletins informativos e mensagens "fixas" (marcadas como importantes). Além disso, certas mensagens podem ser suspensas por um período pré-determinado pelo usuário, que receberá depois um alerta relembrando-o. Aceita mais de uma conta, de serviços diversos, com as opções de misturar e-mails de todas as contas ou de visualizá-los separadamente.
Divulgação
Divulgação

myMail (iOS, Android)

Este app criado pelo portal My.com aceita qualquer conta que usar IMAP ou POP3, ou seja, Gmail, Hotmail, Yahoo e e-mails de trabalho do Exchange funcionam bem nele. Ele traz uma interface agradável e colorida, semelhante à do Gmail. Porém, não consegue agregar as mensagens que usam o mesmo assunto do e-mail, como ocorre no app do Google. Outro problema é que a forma usada para marcar e-mails não lidos é um ponto vermelho, que visualmente parece discreto demais e força um pouco sua vista.
Divulgação
Divulgação

Yahoo (iOS, Android)

O app oficial do e-mail do Yahoo também aceita contas do Gmail, Outlook e AOL, além de aceitar mais de uma conta do Yahoo. A empresa também promete 1.000 GB de espaço gratuito na nuvem para armazenar as mensagens. Um recurso divertido dele é o de deslizar para a esquerda a mensagem para marcar como lida ou não lida, e para a direita para apagá-la --o Gmail só tem essa opção para arquivar o e-mail.
Reprodução
Reprodução

E-mail (iOS)

Usuários de iPhone e iPad têm seu app nativo para e-mails, que aceita contas de vários serviços. como Gmail, Yahoo, Outlook, Exchange, AOL e outras contas, digitando as configurações manualmente. Ele cumpre bem o serviço no geral, mas apresenta alguns bugs ocasionais, como deixar em branco o conteúdo da pasta, mesmo que tenha algo lá; ou um serviço de busca ineficiente, que não encontra todas as mensagens pelo termo buscado.
Reprodução
Reprodução

E-mail (Android)

Algumas fabricantes como a Samsung trazem um app nativo para e-mails em seu sistema operacional. Ainda que um pouco limitado e sem firulas, ele funciona bem para quem usa pouco e não precisará baixar outro app do gênero mais pesado. Um problema dele é não conseguir agrupar uma troca de mensagens pelo assunto, colocando tudo em mensagens separadas. Isso complica quando a conversa evolui para dezenas de mensagens.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos