Mundo teve 3,2 bilhões de internautas no final de 2015

Em Washington (EUA)

  • iStock

O número de pessoas no mundo com acesso a internet chegou a 3,2 bilhões no final de 2015, mas 4,1 bilhões continuam sem ter acesso constante ao conteúdo online, segundo um estudo publicado pelo Facebook.

Cerca de 200 milhões de usuários conseguiram ter acesso à internet em 2015, graças a "dados mais acessíveis e um aumento de renda mundial", detalhou o relatório sobre "o estado da conectividade", o segundo deste tipo a ser publicado pela rede social.

Segundo o Facebook, o restante da população mundial ainda requer ajuda para conseguir acessar a internet e as oportunidades econômicas que implica.

"O mundo desenvolvido está amplamente online, mas o mundo em vias de desenvolvimento está muito atrás", escreve o grupo, que tem interesse financeiro para que a maior quantidade de pessoas possível possa se conectar e eventualmente usar seus serviços.

Segundo a rede social, "as zonas urbanas estão conectadas, muitas zonas rurais não. Quanto menos dinheiro, menos suscetível de estar online".

O relatório aponta que "em muitos países, as mulheres utilizam a internet muito menos que os homens, e ainda se o mundo inteiro vivesse para ter a infraestrutura necessária, mais de 1 bilhão de pessoas ainda seriam analfabetas ou incapazes de se beneficiar de conteúdos online", detalha o documento.

O relatório estima que melhorar o acesso à internet é "um desafio maior, que vai exigir a cooperação de várias partes através da inovação e do investimento" e avaliando a falta de mudanças significativas na tendência atual, mais de 3 bilhões de pessoas continuarão sem acesso a este serviço em 2020. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos