Alexa vai dominar o mundo? Amazon lidera mercado americano de assistentes

  • AP Photo/Mark Lennihan

A Amazon conseguiu captar mais de dois terços do mercado norte-americano dos comandos de voz com sua família de dispositivos Echo, operados com a assistente virtual Alexa, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira. A tecnologia é uma tendência para os próximos e foi destaque no início do ano durante a CES 2017, em muitos dispositivos. 

A pesquisa da consultoria eMarketer mostrou que os comandos de voz Echo, da Amazon, contavam com 70,6% do mercado americano, contra 23,8% para o Google Home e 5,6% para outros, como Lenovo, LG, Harmon Kardon e Mattel.

A pesquisa aponta que 35,6 milhões de americanos usarão um dispositivo de assistência ativada por voz pelo menos uma vez por mês neste ano, um aumento de 128,9% em relação ao ano passado.

A consultoria prevê que a cota de mercado da Amazon se reduzirá rapidamente nos próximos anos, mas a gigante varejista deve continuar sendo o ator dominante nessa categoria no futuro previsível, segundo suas estimativas.

"Os consumidores estão cada vez mais confortáveis com a tecnologia, o que está impulsionando o crescimento", disse Martín Utreras, vice-presidente de previsão da eMarketer.

"À medida que os preços diminuem e que a funcionalidade aumenta, os consumidores estão encontrando mais razões para adotar esses dispositivos", explicou.

A Amazon não revela dados de vendas de seus assistentes de voz, que funcionam com inteligência artificial. Contudo, analistas da Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) estimam que 10,7 milhões de americanos compraram um dispositivo Amazon Echo desde sua introdução, no final de 2014.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos