De olho na segurança

Polícia dos EUA terá que pedir ordem judicial para rastrear celular

Da AFP, em Washington

  • Getty Images

A Suprema Corte de Justiça dos Estados Unidos determinou nesta sexta-feira (22) que a polícia deve solicitar uma ordem judicial para fazer o rastreamento de uma pessoa através de seu celular, em um dos casos de liberdades públicas mais importantes dos últimos anos.

Esta sentença, ditada pela maioria de cinco juízes contra quatro da maior instância judicial americana, é uma grande vitória para os partidários da Quarta Emenda da Constituição, que protege os cidadãos contra qualquer invasão de sua privacidade.

VEJA TAMBÉM:

O caso surgiu quando a polícia obteve, sem uma ordem judicial, informações sobre um suspeito de um roubo a partir do rastreamento de seu celular durante 127 dias, o que para os ativistas defensores das liberdades civis representa um claro abuso e uma violação da privacidade.

A decisão da Corte é um marco para a União Americana de Liberdades Civis (ACLU, por suas siglas em inglês), que era apoiada por destacados acadêmicos e pelos gigantes tecnológicos Apple, Facebook, Twitter, Verizon, Google e Microsoft, mas também por organizações conservadoras, inclusive militantes pelo direito de portar armas, que estavam preocupados com seu anonimato.

#DicasdeTec: Aprenda a compartilhar sua localização no WhatsApp

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos