Google

Google recorre de multa recorde da UE da 4,3 bilhões de euros

O Google recorreu nesta terça-feira (9) da multa recorde de € 4,342 bilhões que a União Europeia impôs em julho por abuso de posição dominante, com seu sistema operacional Android para dispositivos móveis, anunciou o grupo.

Recorremos da decisão da Comissão Europeia sobre o Android ante o Tribunal da União Europeia

Al Verney, porta-voz da Google

Na sua decisão de julho, a UE afirmou que o Google utiliza a enorme popularidade do sistema operacional Android em smartphones e tablets para promover seu próprio motor de busca Google e excluir os de rivais.

VEJA TAMBÉM:

A comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, em seguida, ordenou que a Google "encerre essa prática no prazo de 90 dias, sob pena de pagar multas diárias de até 5% do volume de negócios médio total mundial da Alphabet", matriz da Google.

Getty Images/iStockphoto

GDPR: nova lei europeia fecha cerco à exploração de dados pessoais e influencia o comportamento das empresas por todo o mundo

Entenda

Em junho de 2017, a empresa já foi condenada pela Comissão Europeia a pagar uma multa de € 2,424 bilhões por favorecer o seu serviço Google Shopping no seu motor de busca, em detrimento de serviços de comparação de preços rivais.

O Android, usado por 80% dos dispositivos na Europa e no mundo, está na mira da Comissão Europeia há anos.

A Comissão acusou o grupo californiano em julho de ter forçado os fabricantes de dispositivos móveis a pré-instalar o aplicativo de pesquisa do Google e seu navegador Chrome para licenciar sua loja de aplicativos Play Store.

Ela também acusou o grupo de ter pago grandes fabricantes e operadoras de redes móveis para pré-instalar exclusivamente o aplicativo Google Search em seus dispositivos e impedir que fabricantes que desejassem pré-instalar aplicativos do Google vendessem dispositivos móveis inteligentes que funcionassem com outras versões do Android não aprovadas pelo Google.

Getty Images

Você é o produto: cada passo que você dá na web gera rastros e essas informações são usadas para te vigiar e influenciar o seu comportamento

Entenda

O presidente da Google, Sundar Pichai, havia anunciado em julho que o grupo recorria a sua condenação. A apelação pode levar anos para ser julgado pela Justiça europeia.

O Tribunal da União Europeia, composto por pelo menos um juiz de cada Estado-membro, é uma das duas jurisdições do Tribunal de Justiça da UE, com sede no Luxemburgo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos