Dicas de Tecnologia

Dois antivírus no computador: mais segurança ou mais problemas?

Yolanda Valery - BBC Mundo

  • Thinkstock

    Quando se fala em antivírus para computadores, dois programas pode não ser sinônimo de mais segurança

    Quando se fala em antivírus para computadores, dois programas pode não ser sinônimo de mais segurança

Muitos acreditam que quanto mais segurança no computador, melhor. E acabam instalando dois programas de antivírus.

Mas, segundo a maioria dos especialistas em segurança de computadores consultados pela BBC, ter mais de um desses programas pode ser uma péssima ideia.

Em vez de aumentar as barreiras para vírus e malwares, o software pode acabar sofrendo efeitos colaterais que vão desde falha no antivírus até colapso do computador.

Os antivírus são programas criados para evitar, buscar, detectar e eliminar programas maliciosos de forma contínua.

Seguindo uma regra geral, quando o programa encontra um problema, ele avisa o usuário, que então tem a opção de bloquear ou eliminar a ameaça.

"Para ser eficaz no trabalho de detecção, o antivírus deve poder penetrar no computador em um nível adequado, no fundo do núcleo do sistema", explica o site da Kaspersky Lab, empresa especializada em segurança informática.

"O produto precisa interceptar eventos no sistema. Os dados interceptados então passam pelo motor do antivírus, que os analisa."

Se o usuário colocar em funcionamento dois ou mais programas com o mesmo objetivo, é "provável que haja conflito com uma destas duas consequências: um dos antivírus vai falhar na missão de interceptar eventos (maliciosos) no sistema ou as tentativas de instalar interceptores paralelos vão levar o sistema ao colapso".

Risco baixo

Vários outros sites especializados em segurança fazem a mesma advertência.

O site da Microsoft afirma que "nunca se deve usar mais de um programa de antivírus simultaneamente" e o site PC World compara essa prática a "misturar um vinho fino com um cereal de café da manhã".

"Os dois programas podem simplesmente se contradizer: um pode detectar algo como (sendo) malware enquanto o outro, não. Em qual devemos acreditar? Os falsos positivos existem em todos os antivírus, por isso é um tema complexo", disse à BBC Mundo Javier Pastor, blogueiro do site especializado em tecnologia Xataka.

Outros, como Alejandro Ramos, do blog especializado em segurança SecurityByDefault, acham que esse risco é baixo.

Rendimento

Ramos explica ainda que outra questão importante é como o uso de dois ou mais programas de antivírus pode influenciar no rendimento do computador.

"Os antivírus analisam todos os arquivos que o computador abre e que estão guardados. Se esse processo é duplicado, desacelera o funcionamento do computador."

"Também podem existir outros problemas de 'bloqueio'. Quando um arquivo é analisado por um antivírus, ele tem que ler a partir do disco rígido e vários aplicativos não podem ler o mesmo arquivo naquela hora. Se dois antivírus 'se pegam', podem ocorrer erros inesperados", acrescentou.

Mas se você está preocupado e acha que apenas um antivírus não é o bastante para proteger o seu computador, existem alternativas.

"Você pode aumentar (o efeito do antivírus) com um escâner de malware", informou o site PC World.

Os vírus de computador, na verdade, são tipos de malware, especificamente projetados para se propagar medidante a infecção de arquivos existentes, como uma doença que ataca as células do organismo.

Mas também é bom lembrar que existem outras formas de malware, como o spyware, o ramsoware e os cavalos de troia.

Na verdade, muitos programas protegem de coisas que não são vírus.

Os especialistas afirmam que existem duas diferenças fundamentais: por um lado, os programas chamados de antimalware não têm funcionamento contínuo - eles podem ser ativados, usados e fechados.

Por outro lado, eles podem incluir uma variedade de ameaças.

"Os antivírus te protegem do malware estabelecido, previsível, mas ainda perigoso. Os produtos antimalware enfrentam as ameaças mais atuais", explica a empresa Malwarebytes em seu site.

Por via das dúvidas, é sempre melhor pesquisar e descobrir que tipo de proteção o seu antivírus oferece e qual seria a melhor ferramenta complementar para o seu caso específico.

E sempre tenha em mente que nenhum programa de proteção é perfeito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos