Morte de youtubers viajantes durante expedição em cachoeira causa comoção nas redes

  • HIGH ON LIFE

    Ryker Gamble (à esq), Megan Scraper e Alexey Lyakh (à dir) visitavam locais exóticos e postavam vídeos em canal de viagens online

    Ryker Gamble (à esq), Megan Scraper e Alexey Lyakh (à dir) visitavam locais exóticos e postavam vídeos em canal de viagens online

Três integrantes de um canal de viagens no YouTube morreram na terça-feira (3) ao cair em uma cachoeira no Canadá.

Ryker Gamble, Alexey Lyakh e Megan Scraper contribuíam ao canal High On Life, postando vídeos sobre suas aventuras de viagens.

VEJA TAMBÉM:

"Eles eram três das pessoas mais cálidas, gentis, entusiasmadas e extrovertidas que pode existir", diz um comunicado do canal.

A polícia canadense relata que o trio estava nadando no topo das cachoeiras Shannon Falls, na província de Colúmbia Britânica, quando "escorregou e caiu em um lago, de uma altura de 30 m", equivalente a um prédio de dez andares.

Segundo a emissora canadense CTV, uma equipe forense vai investigar se eles estavam gravando um vídeo no momento da queda.

Outros membros do grupo, que tem 1,1 milhão de seguidores no Instagram e mais de 500 mil inscritos no YouTube, criaram uma página para arrecadar dinheiro para os familiares dos viajantes e postaram um vídeo de tributo.

"Não há palavras que sejam capazes de amenizar a dor e devastação que sentimos no momento", disse um dos integrantes no vídeo.

A postagem causou comoção entre os jovens seguidores do High On Life.

"Não consigo acreditar na notícia; vocês são uma inspiração para nós e outros tantos viajantes", disse uma usuária do YouTube. "Este não é o típico vídeo feliz que vocês postam, e fico de coração partido ao assisti-lo", disse outro.

De acordo com a imprensa local, os corpos foram encontrados após uma extensa busca aérea e em terra, assim que amigos avisaram os serviços de emergência de que os três viajantes haviam sido levados pela água na terça-feira.

VEJA TAMBÉM:

Um porta-voz da polícia afirmou que o trio "estava à beira (da queda d'água)", e há relatos não confirmados de que Scraper tenha escorregado e caído e seus colegas tenham tentado resgatá-la.

A emissora CBC afirma ainda que moradores locais têm se queixado de que a área de Shannon Falls vem sendo visitada por turistas despreparados para encarar o terreno perigoso.

"Essa preocupação tem sido ecoada em outras partes da província (de Colúmbia Britânica) por escaladores e entusiastas da vida selvagem, que têm visto locais isolados sendo invadidos por turistas em busca do cenário que veem no Instagram", diz reportagem da emissora.

Vida de viajantes

Gamble e Lyakh criaram o High On Life com um terceiro amigo, Parker Heuser, depois de terem feito uma longa viagem pelo mundo em 2012.

Transformaram a produção de vídeos de viagem em uma fonte de renda, com frequência promovendo marcas e destinos turísticos nas postagens em redes sociais feitas em lugares exóticos.

"High On Life é uma atitude de abraçar as oportunidades da vida com energia e um olhar positivo", diz a página de Facebook do grupo.

Em uma de suas últimas postagens no Instagram, Gamble, 30, falou a respeito das coisas que podemos aprender "de nós mesmos quando jovens".

"A vida não é feita de responsabilidades, decisões difíceis e trabalho duro, e sim de êxtase e de viver o momento", escreveu.

No ano passado, Gamble, Lyakh e outro integrante do High On Life, Justis Price Brown, foram banidos por cinco anos de parques federais americanos após terem invadido uma área de preservação do Parque Nacional de Yellowstone.

Esta máquina promete transformar sua câmera velha em uma "Polaroid"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos