iStock

De olho na segurança

Rede com 3 milhões de PCs infectados é desmantelada; só Brasil teve 100 mil

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

    Infectados pela botnet Ramnit podiam ter acesso violado remotamente; rede zumbi tinha 3 milhões de PCs infectados

    Infectados pela botnet Ramnit podiam ter acesso violado remotamente; rede zumbi tinha 3 milhões de PCs infectados

Uma cooperação entre a Europol (Serviço Europeu de Polícia), Microsoft e Symantec ajudou a desmantelar a rede zumbi Ramnit, que tinha 3 milhões de computadores infectados pelo mundo – só no Brasil, foram contabilizadas 100 mil infecções. O grupo de estações infectadas era usada por cibercriminosos para roubo de informações bancárias

As botnets, como são chamadas essas redes zumbis, espalham softwares maliciosos que, sem o usuário saber, passam o controle dos PCs para cibercriminosos. Um dos servidores que comandavam os computadores da Ramnit ficava na cidade de Gosport, Hampshire (Reino Unido).

De acordo com a empresa de segurança Symantec, a rede zumbi Ramnit estava ativa desde 2010 e tinha várias formas de atacar. Ela era capaz de monitorar sessões de navegação, roubar credenciais bancárias, informações de cookies e fazer acesso remoto a computadores.

Durante o período de maior atividade dos cibercriminosos, a companhia diz que chegou a fazer 6.700 defesas de novas infecções em média por dia.

Os países que tiveram maior número de máquinas infectadas foram, em ordem: Índia, Indonésia, Bangladesh, Estados Unidos, Vietnã, Filipinas, Turquia e Brasil.

A Symantec disponibilizou em seu site uma ferramenta que busca no computador pelo malware espalhado pela botnet Ramnit. O site está em inglês. No entanto, para ter acesso, basta fazer o download no link "Download removal tool" (baixar ferramenta de remoção).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos