John Travolta, Jéssica e a busca pela "senhora": 2015 foi o ano dos gifs

Do UOL, em São Paulo

2015 foi o ano em que os gifs animados dominaram a internet. Com Facebook e Twitter permitindo as postagens dessas imagens que são pequenos vídeos, não teve quem segurasse.

O UOL fez uma seleção dos melhores gifs de 2015, mas, primeiro, um resumo do ano:

O filme Pulp Fiction é de 1994, mas 2015 foi o ano de John Travolta, seja com a presidente Dilma Rousseff...

...ou com o senador José Serra.

A Jéssica também ficou nacionalmente conhecida, e o gif: "Já acabou, Jéssica", tomou as redes:

Quem não postou o "senhora, senhora, senhora"?

E quem não se lembra da polêmica do começo de 2015 (até parece que foi ano passado, mas foi 2015, acredite!), o vestido é azul e preto ou branco e dourado?

No final do ano, com impeachment e Lava Jato, os gifs políticos também apareceram:

Falando em futebol... lembram de Marinho, do Ceará? Que descobriu, pelo repórter, que estava suspenso do próximo jogo? "Que merda, hein?"

Neste ano teve retorno de "Star Wars" nos cinemas, e todo mundo só queria saber da dancinha do stormtrooper!

Outra dança que ganhou todo mundo foi a desses meninos com o cachorro.

O susto dos gatos também foi bem compartilhado, apesar de veterinários não aconselharem repetir o experimento em casa.

Por falar em gato, este foi o gif mais visto do ano, segundo site Giphy.

Em ano em que pouca coisa aconteceu #sqn, o gif da meninininha se jogando na poça também fez muito sentido.

E quem não gosta de rir com a desgraça alheia?

De novo!

Artistas não ficaram de fora e também nos proporcionaram momentos memoráveis, como o tubarão no show da Katy Perry

O tombo da Madonna

E a euforia de Meryl Streep durante discurso pelos direitos das mulheres no cinema de Patricia Arquette no Oscar?

Quando alguém te fala alguma coisa que você não quer responder? Nada melhor do que esse gif:

Ou quando o salário cai na conta e você tá todo feliz:

Aí é só comemorar:

A cara de Bela Gil quando serviu um doce de goiaba para Carolina Dieckmann, que odeia goiaba, é de 2014, mas não podia ficar de fora da lista, já que a gente não se cansa dele.

Assim como a sambada na cara da sociedade de Mirella Santos, que é de 2012 mas estará para sempre em nossos corações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos