WhatsApp

Foi banido do WhatsApp? Veja como recuperar sua conta

Sérgio Vinícius

Colaboração para o UOL, em São Paulo

A política de privacidade do WhatsApp permite que o aplicativo bloqueie ou cancele a conta de usuários sem aviso prévio. O tempo de impedimento de uso do serviço varia, mas as penas podem durar entre 72 horas ou até mesmo o cancelamento permanente.

Reprodução

Há diversos motivos que podem levar a punições e os termos de serviços especificam ações que levam o WhatsApp a limar usuários. O envio de propaganda ou promoções comerciais, emissão de spam, mensagens indesejadas ou compartilhamento de material ilegal, obsceno, de ofensa racial ou étnica são alguns exemplos de ações que podem causar bloqueio ou banimento usuários.

Se a pessoa é pega pela política do WhatsApp, ela poderá ver as seguintes mensagens "Seu número não está mais autorizado a utilizar nossos serviços" ou  "Você foi temporariamente banido do WhatsApp".

Para reverter isso, caso o problema seja de comportamento agressivo ou indesejado com outros usuários, pode ser necessário enviar um e-mail para support@whatsapp.com e explicar sua situação. Em alguns casos, o próprio aplicativo pode informar um tempo para reativar a conta e então só restará ao usuário aguardar.

Outro comportamento que pode causar o bloqueio da conta é utilizar programas similares e compatíveis com o WhatsApp, mas que não são autorizados pela empresa oficial. É o caso do WhatsApp Plus e do APK ClearWhatsApp, que permitem mudar a cor do aplicativo e que tem uma série de outras personalizações.

Nesses casos, a solução do problema é mais simples. De acordo com o próprio WhatsApp, basta desinstalar o app modificado. Depois, baixe o WhatsApp oficial (https://www.whatsapp.com/download/) e reinstale-o. Por padrão, o usuário deve conseguir reaver sua conta sem muita demora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos