iStock

De olho na segurança

Apple reconhece bug que trava iPhone permanentemente e promete correção

Do UOL, em São Paulo

  • Kimihiro Hoshino/AFP

A Apple reconheceu oficialmente nesta segunda-feira (15) a existência do bug capaz de transformar um iPhone ou um iPad em um peso morto mediante a configuração manual da data do dispositivo para 1º de janeiro de 1970.

A empresa prometeu reparar a falha de programação na próxima atualização do software, mas não especificou a data que a correção será liberada. Os usuários que tiveram o problema são recomendados a entrar em contato com o suporte da Apple.

O bug foi descoberto na semana passada por um usuário, que publicou a demonstração no Youtube. Todos os aparelhos integrados com processadores de 64 bits rodando iOS 8 ou iOS 9 estão sujeitos à pane. São eles: iPhones 5S, 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus, iPad Air, iPad mini 2 e as suas versões mais recentes. <!-- inicio: modflash --><div class="uolplayer" data-mediaid="15766912" data-autoplay="true"></div><!-- fim: modflash -->

Nem mesmo o modo de recuperação do iTunes é capaz de reparar o problema. A sua causa ainda não foi confirmada, mas acredita-se que a data seja configurada para um valor inferior a 0, fazendo com que todos os outros processos ligados à marcação de horário "entrem em conflito". 

Alguns usuários relataram pelas redes sociais, no entanto, que os aparelhos travaram por um curto período, mas que depois voltaram a funcionar. A solução, segundo os relatos, é trocar o chip do iPhone ou esperar a bateria descarregar. Mas, na dúvida, o melhor mesmo é não arriscar e não alterar a data.

Redefinir manualmente a data para 1º de janeiro de 1970 é algo que dificilmente aconteceria acidentalmente. Mas não se descarta a possibilidade de um invasor mal-intencionado recorra ao bug.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos