iStock

De olho na segurança

Hacker vende dados de 1,5 milhão de clientes de telefônica dos EUA

Do UOL, em São Paulo

  • Don Ryan/AP

Um hacker explorou uma falha de segurança da Verizon, maior empresa de comunicação móvel dos Estados Unidos, roubou dados de pelo menos 1,5 milhão de clientes e os colocou para venda online, informou o site especializado em segurança "Krebs on Security" nesta quinta-feira (24).

A empresa confirmou o ataque ao site e disse que os clientes afetados estão sendo alertados. A Verizon tem como clientes grandes empresas; pelo menos 97% das companhias citadas na lista anual de 500 maiores do mundo da revista de economia "Fortune" são clientes da operadora.

A investigação interna da equipe da Verizon averiguou que o hacker tentava acessar informações básicas dos clientes, mas não teve acesso ao CPNI deles. Essa é a sigla para "informação de rede proprietária do cliente", com dados que incluem hora, data, duração e número de destino de cada chamada e o tipo de rede que um consumidor assina. Não foram revelados mais detalhes de como ocorreu a invasão.

O hacker colocou à venda na internet os dados que obteve por US$ 100 mil (R$ 368 mil na conversão direta), mas se ofereceu para vendê-los em pacotes de 100.000 registros por US$ 10.000 cada (R$ 36,8 mil).

Ironicamente, a Verizon é uma operadora que se esforça bastante para informar aos clientes sobre questões de vulnerabilidade e segurança, com relatórios de ataques e dicas para evitar invasões em seu site oficial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos