Empresa quer lançar "superfones de ouvido" que separam ruído de sons úteis

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Fone de ouvido iQbuds, da Nuheara

    Fone de ouvido iQbuds, da Nuheara

A empresa norte-americana Nuheara pretende lançar ainda neste ano os IQbuds, fones de ouvido que prometem cancelar o ruído externo ao mesmo tempo que permite que seu dono ouça o que lhe interessa. Por exemplo, você no ônibus ouve a música sem se incomodar com o barulho na rua, mas conseguiria ouvir o que seu colega do lado falaria a você.

É uma tecnologia diferente da "noise cancelling" (inibidora de barulho) usada há algum tempo por várias marcas com efeito semelhante, mas com funcionamento distinto da adotada aqui pela Nuheara --saiba mais sobre a "noise cancelling" aqui.

A companhia conseguiu uma ótima resposta ao criar em abril uma campanha para obter recursos para lançar os acessórios. No site Indiegogo, cada interessado poderia fazer uma compra em pré-venda por US$ 199 (R$ 700). A empresa pretendia obter US$ 50 mil para viabilizar o lançamento, mas já conseguiu US$ 510 mil, mais que dez vezes o valor inicial.

Para isso, a Nuheara incluiu na construção do fone dois minúsculos microfones para captar o som ambiente. Este é levado a um conjunto de microprocessadores de baixa potência que filtrariam os sons úteis dos inúteis, com a ajuda de um app para celulares da própria Nuheara.

Em sua campanha para arrecadar dinheiro, a empresa incluiu uma contribuição de apenas US$ 5 para ajudar veteranos de guerra que tiveram sua audição prejudicada. Para cada US$ 200 obtidos com esse tipo de doação, a par de fones IQbuds será doado a um veterano.

Outros recursos do fone: usa tecnologia Bluetooth, tem bateria que dura quatro horas de uso constante (ou 16 horas em stand-by); e pode ser operado com toques na parte externa do alto-falante para atender chamadas telefônicas, reproduzir e parar música. Além disso, o fone, que já está sendo apelidado de "hearable" --uma alusão a "wearable", dispositivos vestíveis-- responde a controles via comandos de voz.

Segundo o planejamento da empresa, o fone será lançado em dezembro e vendido para EUA e Austrália (frete de US$ 5), Canadá e Nova Zelândia (US$ 12). Países da União Europeia e restante do mundo deverão pagar US$ 29 de frete, fora as taxas locais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos