Facebook remove foto de pai tomando banho com filho; mãe contesta

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    Fotografia foi removida da rede social duas vezes

    Fotografia foi removida da rede social duas vezes

A foto de um pai com o filho doente no banho em uma tentativa desesperada de amenizar a febre da criança foi alvo de censura do Facebook, que, por duas vezes, removeu a imagem da rede social.

O momento foi registrado pela fotógrafa Heather Whitten, do Arizona (EUA), que contestou a decisão do Facebook. "Não há nada de sexual ou de aproveitador sobre esta imagem. Não há partes íntimas aparecendo", declarou ela em uma mensagem publicada em sua própria página na rede social. A mensagem já foi compartilhada mais de 32 mil vezes desde quando foi publicada em 2 de maio, e a foto, dessa vez, não foi removida.

Na imagem, o marido Thomas aparece sentado no chuveiro com o filho doente em seu colo. Na época, o menino tinha apenas 2 anos e havia contraído salmonela. O pai, segundo a fotógrafa, teria passado horas com ele no chuveiro tentando conter a febre e os demais sintomas da doença.

"Foi um momento importante para nós, como pais. Nossa intuição estava começando a mostrar que o que ele tinha era mais sério que uma virose", recordou Heather, que disse ter se emocionado com a cena. "Esse homem. Esse marido, parceiro e pai. Ele era tão paciente, amoroso e forte com nosso pequeno filho. Ele sussurrava palavras de consolo, dizia que ficaria tudo bem e que tomaria conta dele."

A fotógrafa disse discordar daqueles que acreditam que ela tenha passado dos limites ao registrar um momento tão íntimo da família. "Minha família pode ser diferente da sua. Mas, isso não faz o seu caminho certo ou o meu caminho errado. Você pode nunca tirar fotos da sua família como eu... Você pode nunca compartilhar imagens da sua família como eu. Mas, isso não te dá o direito de calar a minha voz e tirar o meu direito de compartilhar nossas experiências em um caminho sem censura."

Ao fim do seu post, Heather diz: "gostaria de conseguir expressar aquilo de uma maneira melhor. Gostaria de me comunicar melhor e não ser tão desligada. Mas isso é importante para mim. E espero que um dia haja uma plataforma que não apenas permita esse tipo de liberdade para famílias e artistas como eu... mas as acolha sem medo."

Política do Facebook

De acordo com os "Padrões de comunidade do Facebook", é restrita "a exibição de nudez, pois alguns públicos da nossa comunidade global podem ser mais sensíveis a esse tipo de conteúdo, principalmente devido à bagagem cultural ou à idade".

A diretora de política global da rede social, Monika Bickert, chegou a reconhecer que a nudez é um dos principais desafios do Facebook, que é alvo de críticas por apagar posts --equivocadamente ou não-- de grávidas, mães amamentando seus filhos ou mesmo de índias. 

"É um tremendo desafio manter um conjunto de normas que atendam às necessidades de uma comunidade tão multicultural como a nossa", informou. 

Mas, segundo ela, a censura parte dos próprios amigos. Como explica Monika, a rede social só avalia posts, páginas ou qualquer outro tipo de conteúdo mediante uma denúncia. "Basta uma única contestação para a empresa entrar em ação." Segundo ela, seria inviável o monitoramento de cada comentário, foto e vídeo publicado na rede --que atualmente conta com mais de 1 bilhão de usuários.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos