UOL Testa: Celulares

K10 é bonito e traz truques legais, mas não espere muito dele; veja teste

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

Está cada vez mais difícil comprar um celular de ponta no Brasil devido aos altos preços. iPhones, Galaxys e Xperias estão passando tranquilamente da faixa dos R$ 3.000, avançaram nos R$ 4.000 e chegam bem perto do limite de R$ 5.000. A saída está sendo ficar de olho no que os segmentos de médio e alto custo --que variam de R$ 500 a R$ 2.000-- estão trazendo de mais quente ou prático, mas sem ofender demais o seu bolso.

É nessa faixa que o K10 da LG desponta como um concorrente interessante. O aparelho é o principal da linha K da empresa coreana, que inclui ainda o K4 e o K8. O primeiro tem tela (4,5 polegadas) e câmera modestas (5 MP), por R$ 599. O segundo é um pouco melhor, com processador quad-core de 1,3 GHz e Android 6.0, por R$ 799. Por fim, o K10, lançado em fevereiro por R$ 1.199, já pode ser achado por R$ 850 nas grandes lojas.

Mesmo sendo o melhor dessa linha intermediária da LG, o K10 reúne especificações bem modestas em relação ao que tem na concorrência. Sua tela de 5,3 polegadas com resolução HD é inferior às Full HD da linha Moto G lançada neste ano. O processador --Mediatek MT6753, octa-core, 1,14 Ghz-- é um pouco mais lento que os do Moto G (Snapdragon 617, 1,5 Ghz) e do Samsung Galaxy J5 (Exynos 7580, 1,5 Ghz). Isso fora o 1 GB de memória RAM, que em 2016 já é considerado pouco para um desempenho acima da média.

Ainda assim, no teste do UOL o aparelho da LG surpreendeu positivamente. Antes mesmo de usá-lo, o que chama a atenção é o design elegante e a boa pegada do K10. A tela tem vidro 2,5D (com bordas curvadas) e a traseira de plástico é texturizada, com destaque para os botões de liga/desliga e volume atrás, como ocorre no seu "primo rico", o G4. Ele não parece ser um aparelho barato.

Outros grandes atrativos são alguns truques e facilidades que a LG pôs no sistema Android 6.0. O atalho para acender o modo lanterna no flash, que está presente no Android puro do Google desde a versão 5.0, vinha sendo negligenciado por algumas fabricantes, mas a LG sabiamente manteve a opção na gaveta de atalhos, na parte de cima da tela. Também é possível ativar o clique da câmera por gestos (abrir ou fechar a mão) ou comando de voz (como "cheese", "smile", "LG").

Ainda sobre a câmera de 13 MP, ela tem qualidade dentro da média. As fotos apresentam problemas na fidelidade de cores e no contraste --áreas muito claras e outras muito escuras-- e embaçam com relativa facilidade em situações com pouca luz ou muito movimento. Mas fotografa minimamente bem nas poses mais convencionais, de paisagens e selfies.

Já quanto ao desempenho, o aparelho não chegou a apresentar engasgos nos testes, rodando jogos mas as especificações sugerem que é um smartphone com pouca vida útil, que poderá travar ou apresentar lentidão após o primeiro ano de uso. Além disso, ele não foi muito bem em benchmarks (testes de desempenho): no AnTuTu, sua pontuação foi quase a metade da do iPhone 5S, que já saiu de linha.

A bateria de 2.220 mAh aguenta bem um dia pesado de uso, ou um dia e uma manhã em uso moderado. E um detalhe que pode interessar a muita gente: o K10 ainda tem uma versão que vem com TV digital (usada no nosso teste), recurso cada vez mais raro em celulares.

Claro, é bom lembrar que o K10 custa menos de R$ 1.000, e não se pode esperar de seu conjunto algo no mesmo nível de um iPhone. Até dentro de sua categoria ele também é inferior à concorrência em alguns pontos, mas por outro lado, é barato o bastante para ganhar alguma atenção--seu rival mais próximo seria outro com "K" no nome, o Lenovo Vibe K5. Mas se você gastar uns R$ 300 a mais, o mercado tem opções bem melhores.

Direto ao ponto: LG K10

  • Tela: 5,3 polegadas, HD (720x1280)
  • Sistema Operacional: Android Marshmallow (6.0)
  • Processador: oito núcleos de 1,14 GHz 
  • Memória:  16 GB com memória expansiva de até 32GB
  • Câmeras: 13 MP (principal) e 8 MP (frontal)
  • Dimensões e peso: 146.6 X 74.8 X 8.8 mm; e 153g
  • Preço sugerido: R$ 1.199
  • Pontos positivos: custo-benefício, design, truques e atalhos no sistema
  • Pontos negativos: câmera e memória RAM
     

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos