De olho na segurança

Tentativas de ataques cibernéticos no Brasil duplicam durante Olimpíada

Do UOL, em São Paulo

  • iStock

Com a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, o número de tentativas de ataques cibernéticos no país duplicou, segundo dados do Mapa de Ameaças Digitais desenvolvido pela empresa de segurança digital PSafe.

Em agosto de 2016, foram bloqueados mais de 10 milhões de malwares no Brasil, montante 150% maior que a média mensal de ataques, que gira em torno de 4 milhões.

Ainda que o evento esportivo tenha sido realizado majoritariamente no Rio de Janeiro, São Paulo foi o Estado campeão na tentativa de ataques, com o registro de 2.792.240 ameaças. O Rio apareceu em segundo lugar, com 1,2 milhão de tentativas de ataques.

Na sequência, aparecem Minas Gerais (882 mil), Bahia (687 mil), Pernambuco (542 mil), Paraná (466.578), Rio Grande do Sul (403.623), Piauí (391.113), Pará (299.422) e Goiás (274.705). Vale lembrar que, entre os Estados mais visados, os quatro primeiros foram cenários de jogos do futebol olímpico.

Como destaca Marco DeMello, CEO da PSafe, os hackers tendem a aproveitar grandes eventos para intensificar as tentativas de golpes virtuais nos locais que os recebem. "Por sermos o centro da atenção no mundo durante duas semanas de jogos, os números de ameaças cibernéticas bloqueadas aumentaram mais de 100% em relação à média dos meses anteriores."

Entre os principais tipos de ataques registrados, destacaram-se os trojans, com mais de 5 milhões de ameaças bloqueadas no país. Ele é considerado uma porta de entrada para uma série de outras ameaças mais graves à segurança do usuário, tais como os "sms.fraud", que cadastram o usuário em serviços pagos de SMS, e os "hacking tools", que permitem que o hacker envie comandos remotos para o celular do usuário.

Foram identificados ainda outros 2.891.188 adwares [programas que exibem propagandas e anúncios sem a autorização do usuário], "usados para enganar os usuários de smartphones e possibilitar o roubo de dados pessoais e financeiros", como explica DeMello.

Os dados do Mapa de Ameaças Digitais do Brasil foram coletados a partir das tentativas de ataques barradas pelo aplicativo PSafe TOTAL, assistente virtual de segurança e performance para smartphones com sistema operacional Android, que possui mais de 100 milhões de downloads e 21 milhões de usuários ativos.

Cuidados nas Paralimpíadas 2016

Com o início de mais uma etapa deste evento mundial na próxima semana, as Paralimpíadas 2016, a PSafe alerta que é muito importante que os usuários fiquem atentos a possíveis ameaças.

A empresa recomenda ainda uma série de medidas preventivas e pede que os usuários só baixem aplicativos certificados, tenham um antivírus certificado instalado no smartphone, fiquem alerta para as permissões de apps, desconfiem de links recebidos por SMS e adotem senhas mais fortes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos