De olho na segurança

Yahoo é processado por negligencia grosseira em enorme ataque hacker

Jonathan Stempel

  • Ethan Miller/Getty Images/AFP

O Yahoo foi processado nesta sexta-feira (23) por um usuário que o acusou de negligência grosseira em relação a um ataque hacker em 2014, no qual informações foram roubadas de pelo menos 500 milhões de contas.

O processo foi apresentado no tribunal federal em San Jose, Califórnia, um dia após o Yahoo revelar o ataque, que não tem precedentes em tamanho e que acredita-se ter sido realizado por "um agente patrocinado por um Estado".

Ronald Schwartz, que mora em Nova York, moveu o processo em nome de todos os usuários do Yahoo nos EUA cujas informações pessoais foram comprometidas. O processo visa um status de ação coletiva e indenização por danos não especificada.

Um porta-voz do Yahoo disse que a empresa não discute litígios pendentes.

O ataque poderia complicar os esforços da presidente-executiva, Marissa Mayer, dois meses após ter concordado com a venda do negócio de internet do Yahoo por 4,8 bilhões de dólares para a Verizon.

O Yahoo disse na véspera que dados de usuários incluindo nomes, endereços de email, números de telefone, datas de nascimento e senhas criptografadas foram comprometidos em 2014. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos