Ação para discutir aborto durante 24 horas vira trending topic no Twitter

Do UOL, em São Paulo

  • Denner William/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Mulheres protestam em Blumenau (SC) contra um projeto de lei que venda o atendimento de vítimas de violência sexual pelo SUS (Sistema Único de Saúde)

    Mulheres protestam em Blumenau (SC) contra um projeto de lei que venda o atendimento de vítimas de violência sexual pelo SUS (Sistema Único de Saúde)

A ONG Think Olga está promovendo ao longo das 24 horas desta quarta-feira (28) a Virada Feminista Online, evento virtual que pretende discutir questões relacionadas ao aborto no Brasil. Com isso, a hashtag criada pelo evento, #PrecisamosFalarSobreAborto, se tornou nesta manhã trending topic no Twitter.

Ao longo do dia, a ONG está convidando especialistas no assunto para debates transmitidos pelo Facebook Live.

A data foi escolhida porque 28 de setembro é o dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina e no Caribe.

A hashtag contou com muitos adeptos pró-aborto, mas pessoas contrárias sobre a legalização também se manifestaram. Veja abaixo: 

Em 2015, mulheres contra o Projeto de Lei 5.069, que dificulta o acesso ao aborto legal às vítimas de estupro, realizaram em São Paulo atos contra a proposta de autoria do então presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A possibilidade de aborto para mulheres infectadas pelo vírus da zika pode ser julgada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) ainda este ano. A previsão de julgamento foi feita pela presidente do STF e relatora da ação, Cármen Lúcia. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos