iStock

De olho na segurança

Golpe no WhatsApp sobre chamada de vídeo para iPhone atinge 100 mil pessoas

Do UOL, em São Paulo

  • iStock

    Recurso só existe para usuários beta da versão Android, por enquanto

    Recurso só existe para usuários beta da versão Android, por enquanto

O WhatsApp acrescentou recentemente o recurso de chamadas de vídeo para usuários da versão beta do aplicativo no Android. No entanto, enquanto essa função não chega para o sistema iOS, um golpe antigo já atingiu mais de 100 mil usuários, segundo a empresa de segurança digital Kaspersky Lab.

O golpe envia um link para ativar o recurso, dessa forma:

Reprodução

Ao clicar no link, esse será o site aberto, que solicita ao usuário para que compartilhe a mensagem em três grupos, ou com 10 contatos.

Reprodução

Ao completar as etapas, o usuário passará por vários direcionamentos, que dependendo da sua localização, exibirá sites suspeitos que informam supostos erros no aparelho, atualizações que devem ser feitas ou páginas que pedirão o número de telefone da vítima.

Reprodução

Entre os programas oferecidos estão otimizadores de performance do aparelho, navegadores e jogos. Alguns links ainda redirecionam as vítimas para páginas de serviços premium em que, caso o usuário informe seu número, será cadastrado nesses serviços e pagará um valor semanal via conta ou créditos telefônicos.

  • 49561
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2016/07/08/acha-que-as-mensagens-no-whatsapp-e-facebook-messenger-estao-seguras.js

Fabio Assolini, analista de segurança da Kaspersky Lab Brasil, afirma que essa não é a primeira campanha maliciosa no WhatsApp que promete esse recurso, mas como agora o recurso está disponível para usuários do Android, cibercriminosos estão aproveitando a novidade para enganar mais vítimas.

Aos usuários de iPhone interessados na chamada de vídeo, o conselho é esperar, pois o WhatsApp deve disponibilizar o recurso em todas as plataformas.

Para se precaver, a Kaspersky sugere instalar aplicativos de segurança no celular, como o Kaspersky Internet Security e o Safe Browser.

Outros golpes recentes

Como um dos apps mais populares do Brasil, o WhatsApp está sempre sujeito a campanhas mal intencionadas contra usuários. A promessa de videochamada, por exemplo, já rendeu um golpe parecido que infectou 200 mil pessoas em uma semana.

Os golpes mais recentes envolvem até mesmo o nome de outras empresas e instituições.

Em um deles, o usuário recebe a mensagem de um contato conhecido que o convida a participar de uma promoção. Ele é levado a uma página com a imagem do McDonald's, que solicita o compartilhamento do link com ao menos 10 amigos. Em seguida, o usuário é orientado a fazer o cadastro em sites maliciosos que efetuam cobranças indevidas e baixam apps que podem infectar o smartphone.

Em outro, uma mensagem com um link suspeito sugere que o usuário irá ganhar duas passagens aéreas em comemoração ao aniversário de 50 anos da companhia aérea TAM. Mas isso instalará um malware no smartphone que poderá coletar informações pessoais do usuário, cadastrá-lo em serviços de mensagens pagas e compartilhar o golpe com outros usuários.

Além disso, um boato pelo WhatsApp diz que pessoas receberam boletos falsos para pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) referente a 2017. O suposto golpe na verdade é enviado pelos Correios e é um comunicado real: o chamado Aviso de Vencimento que a Secretaria da Fazenda realmente envia aos donos de carros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos