Reinaldo Canato/UOL

UOL Testa: Celulares

Zenfone 3 Deluxe da Asus é um celular bonito, poderoso, fino... e bem caro

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

A Asus conquistou muitos fãs com o Zenfone 2, um smartphone intermediário que se destacava por ter 4 GB de memória RAM, recurso que na época era raro até em modelos premium. Depois continuou fazendo um bom trabalho com o Zenfone 3, que ousou peitar o segmento top de linha e apostou em especificações altas. No Zenfone 3 Deluxe o que chama a atenção é o processador superpotente e 6 GB de RAM.

O problema, como sempre, é que o modelo chegou ao Brasil com preço alto: a versão mais em conta traz o processador Snapdragon 820 (quad-core com velocidade máxima de 2,15 GHz) e armazenamento de 64 GB por R$ 3.899.

UOL testou a versão mais poderosa, com o Snapdragon 821 (octa-core, 2,4 GHz) e imensos 256 GB de armazenamento. Este é hoje um dos celulares mais caros à venda: R$ 4.899. 

Lucas Lima/UOL

Design

Ao tirá-lo da caixa, de cara ele impressiona pelo visual: todo em metal, na cor dourada (há outra versão em prata), bem fino e leve (7,5 mm de espessura, 160 gramas). É realmente bonito e elegante, além de não ser facilmente confundido com os modelos da concorrência.

Ele conseguiu a proeza de manter a entrada de fone de ouvido tradicional quando a moda agora é sacrificá-lo. Em compensação, o alto-falante fica em uma posição muito ruim, na borda inferior, onde a mão pode facilmente tapá-lo.

Desempenho

No desempenho surgem dois extremos curiosos: o sistema vai super bem ao rodar aplicativos pesados, mas travou durante o nosso teste. 

A Asus repete no Deluxe o que fez no Zenfone 3: seu Android 6.0 adaptado com a interface ZenUI faz questão de ter o mínimo de animações e transições possível, para mostrar sua rapidez. Fechar e alternar janelas é uma experiência meio instantânea, que até assusta a quem está acostumado com a suavidade de outros modelos, mas que pode ser interessante para quem não curte "frescuras".

Rodamos nele jogos pesados com fluidez, como "Oz Kindgom", mostrado na apresentação do lançamento do iPhone 7, mas o aparelho aqueceu em apenas poucos minutos de uso. Além disso, ao usar aplicativos mais simples como o Snapchat o sistema chegou a travar e mostrar uma tela preta, inclusive tirou várias capturas de tela em série e só parou quando foi acionado o botão de desligar. Foram situações raras, mas não deixa de ser estranho para um celular desse porte. 

Lucas Lima/UOL

Tela e aplicativos

A luminosidade da tela é boa, mas poderia ser melhor. Num dia ensolarado, é preciso usar o brilho perto do nível máximo para que as imagens fiquem satisfatórias. 

Ainda que alguns modelos da Sony e Samsung já tragam telas com resolução Quad-HD e até 4K, o Full HD deste modelo é suficiente e está dentro da média dos modelos premium.

Outro ponto interessante é que o celular vem com alguns aplicativos realmente úteis, como o Asus Mobile Manager, que gerencia a energia e o desempenho do aparelho com eficiência, e o recurso para reduzir o espaço útil da tela, que permite até posicionar e ajustar o tamanho da área como quiser. Mas ele vem com tantos apps pré-instalados, sem motivo, que fica poluído e um pouco pesado.

Câmera

A câmera de 23 MP é cheia de recursos (estabilizador ótico, foco laser e HDR, que equilibra o contraste em fotos), mas merecia um o software mais bem resolvido. O atual não avança em relação ao usado no Zenfone 3.

Os recursos disponíveis vão do ótimo ao fútil. O disparo contínuo de até 100 fotos, a lanterna que mantém o flash aceso e fixo, o autofoco ágil e o completo modo manual são bacanas. Mas o modo Crianças, com sonzinho para atrair a atenção dos pequenos, e o embelezador para selfies, que te deixa com cara de brinquedo assassino, são dispensáveis. 

Veja algumas imagens tiradas pelo celular: 

Márcio Padrão/UOL
Foto tirada com câmera traseira do Zenfone 3 Deluxe
 
Márcio Padrão/UOL
Fotos tiradas com as câmeras do Zenfone 3 Deluxe: as duas primeiras, com a câmera traseira; e a terceira, com a frontal usando software de embelezamento
 
Márcio Padrão/UOL
Fotos tiradas com a câmera traseira do Zenfone 3 Deluxe; na segunda e na terceira, o mesmo ponto de dia e à noite

Bateria

O ponto fraco do Zenfone 3 Deluxe é mesmo na bateria. Os 3.000 mAh seriam excelentes para um modelo intermediário, mas é pouco para um premium.

Para quem faz uso moderado do aparelho, a bateria acaba à noite. Em usos avançados, como jogos, Waze ou vídeos, a carga pode acabar até mesmo no fim da tarde. Ou seja, é preciso andar sempre com um carregador.

Preço

A Asus fez um bom trabalho com o Zenfone 3 Deluxe. Ele preenche quase todos os requisitos de um celular premium: bonito, resistente, rápido, com ótima tela e ainda te dá um armazenamento gigantesco para os padrões atuais --no Brasil, apenas os iPhones mais caros têm 256 GB.

Também foi uma estratégia acertada da Asus lançar uma versão "menos incrível", com 64 GB e Snapdragon 820 --que é inferior ao 821, mais ainda é ótimo para os padrões atuais.

Mas os dois modelos são caros. O Deluxe de 64 GB é mais caro que o iPhone 7 de 32 GB (R$ 3.080) e que o Galaxy S7 de 32 GB (R$ 2.249). Todos eles, claro, são muito mais caros do que o preço esperado pelo consumidor médio. 

E, ao contrário dos tops da Apple e Samsung, o da Asus apresentou bugs e bateria aquém do esperado.

A marca, que já ganhou espaço na linha intermediária, talvez pene um pouco para pavimentar seu lugar ao sol no segmento premium. Mas não dá para negar que seu primeiro aparelho "de luxo" foi um começo bastante promissor e caprichado. 

 

Direto ao ponto: Zenfone 3 Deluxe

  • Tela: 5,7 polegadas com resolução Full HD
  • Sistema operacional: Android 6.0.1 (Marshmallow) com interface ZenUI
  • Processador: Snapdragon 821 (2,4 GHz)
  • Armazenamento:  64 GB / 256 GB com suporte a cartão microSD de até 2 TB
  • Memória RAM: 6 GB
  • Câmeras: 8 MP (frontal) e 23 MP (principal)
  • Dimensões e peso: 156,4 x 77,4 x 7,5 mm / 170 g
  • Bateria: 3.000 mAh
  • Preço sugerido: R$ 3.899 (64 GB) / R$ 4.899 (256 GB)
  • Pontos positivos: Belo design, leveza, velocidade de processamento e câmera versátil
  • Pontos negativos: Ocasionais travamentos, preço alto

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos