Cansou da sua operadora? Aprenda a usar a portabilidade e manter seu número

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

  • LDProd/ iStock

    Sua operadora te dá muita dor de cabeça? Aproveite para mudar

    Sua operadora te dá muita dor de cabeça? Aproveite para mudar

Já faz quase dez anos que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) lançou a portabilidade numérica para que usuário insatisfeito com sua operadora, seja pelo preço alto ou má qualidade do serviço, troque de empresa sem perder o número de telefone, fixo ou móvel. E o recurso tem sido muito usado pelos brasileiros: foram 3,3 milhões de mudanças em 2016. 

Em relação a 2008, quando o sistema foi criado, o aumento foi de 4.228% nos números portados. Na comparação com 2015, a alta foi de 26,81%, segundo a Teleco, consultoria especializada em telecomunicações.

Mas muita gente ainda não entende como o procedimento é feito.

Atualmente, é bem simples:

  1. Vá até uma loja física da nova operadora com documentos de identificação (RG, CPF ou carteira de motorista), comprovante de residência (como uma conta de luz ou gás) e seu chip antigo --vale checar com a operadora quais os documentos necessários, pois isso pode variar de uma para outra.
     
  2. Chegando lá, você informa o número do seu telefone e o nome de sua operadora atual. A nova operadora pode cobrar até R$ 4 pelo serviço.
     
  3. Você sai da loja já com o novo chip em mãos, mas ainda não habilitado. O prazo que a Anatel dá para a portabilidade é de até três dias úteis. O usuário pode desistir da portabilidade até o segundo dia útil. Nesse meio tempo, seu chip antigo continua funcionando normalmente até que a portabilidade aconteça. O celular pode ficar até duas horas fora do ar em 99% dos casos de portabilidade, segundo a lei. Em nenhum caso, esse período de transição pode ser superior a 24 horas.
     
  4. Quando o chip novo estiver funcionando, é só trocá-lo no lugar do antigo no celular. Você continua usando o seu número, mas usando os serviços de outra empresa de telefonia. Não há limite para trocas, segundo a Anatel.
     

Operadoras dão vantagens

Se ainda assim achar o processo chato, as operadoras te dão uns incentivos para você mudar -- já que elas parecem se beneficiar com isso.

A Vivo diz ter crescido 10% com portabilidade de clientes pós-pagos em 2016 em relação ao ano anterior. Na Nextel, 40,2% dos novos clientes de 2016 --mais de 383 mil-- chegaram via portabilidade. No ano passado, 250 mil deixaram a operadora por meio de portabilidade, então o saldo final foi de 133,5 mil linhas a mais. Já a TIM informou que desde a reformulação do seu portfólio, em novembro de 2015, vem registrando "valores positivos de portabilidade, revertendo anos de desempenho negativo". Segundo seu último balanço financeiro, a empresa ganhou mais 640 mil novos clientes no pós-pago durante o quarto trimestre de 2016.

Mas, vamos aos descontos:

As duas últimas campanhas de TV da TIM, lançadas em janeiro e fevereiro, focam em convencer os consumidores a trazer seu número. Ela também oferece desconto de R$ 1.500 na compra de um celular Galaxy S7 para quem pedir portabilidade em planos de 3 GB e 5 GB, dependendo da região. No plano de 5 GB, há também um desconto na mensalidade no primeiro ano, pagando assim R$ 99 por mês. 

A Claro oferece ao cliente pré-pago de São Paulo que migrar das empresas concorrentes três benefícios por sete dias: 800 MB para navegar na 4G Max e com WhatsApp à vontade, chamadas ilimitadas para Claro, Claro Fone e NET Fone de todo o Brasil e SMS ilimitados para qualquer operadora. Além disso, o cliente pode fazer a portabilidade via SMS: basta inserir o chip da Claro no celular, enviar uma mensagem para "1970" com o número da linha a ser portada e seguir o passo a passo.

As duas promoções da Nextel para portabilidade são um desconto de R$ 30 no plano M+M (5 GB de internet + 500 minutos de voz), cuja mensalidade cai de R$ 139,99 para R$ 109,99; e outro desconto de R$ 40 no Plano M+G (5 GB de internet + 2.500 minutos de voz), caindo de R$ 159,99 mensais para R$ 119,99.

Já a Oi dá para quem adquirir o plano Oi Total (móvel, banda larga, TV por assinatura e fixo) um desconto de 30% em relação ao valor total desses produtos se fossem comprados separadamente. Este plano, segundo a Oi, já alcançou a marca de 1 milhão de clientes, dos quais cerca de 300 mil são novos na operadora.

Tudo que já sabemos e que você precisa saber sobre o 5G

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos