O que sabemos até agora sobre os novos celulares Moto Z2 da Motorola

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Slashleaks

    Seria este o novo Moto Z2?

    Seria este o novo Moto Z2?

A Lenovo/Motorola deve apresentar em breve a segunda geração de seus novos celulares top de linha, o Moto Z e o Z Force, e intermediário, Moto Z Play. Enquanto isso não acontece, o que não faltam são rumores ou vazamentos sobre os aparelhos da linha que está sendo chamada de Moto Z2.

Rumores, claro, podem virar ou não realidade, mas as informações vazadas até agora são coerentes com o que a Motorola vem defendendo desde o lançamento do primeiro Moto Z, em junho do ano passado. Ou seja, os novos Motos darão continuidade à sua natureza modular, mantendo os acessórios exclusivos Moto Snaps (ou Mods, como são chamados no exterior), que ampliam ou oferecem novos recursos e são anexados magneticamente na parte traseira do celular.

Reprodução/Android Authority
Imagem vazada da suposta frente do Moto Z2

Comecemos pelo principal modelo, o Moto Z2.

No ano passado, o primeiro Moto Z chamou a atenção por ser um dos mais finos já lançados, com apenas 5,2 milímetros de espessura, sem contar a câmera traseira, que dava uns milímetros a mais de protuberância. Além disso, trazia tela de 5,5 polegadas, processador Snapdragon 820 (velocidade de 2,15 GHz no modelo americano, 1,8 GHz no global), 4 GB de memória RAM e câmera de 13 MP.

As fotos vazadas mostram que o Moto Z2 deve continuar com as mesmas dimensões de corpo e os 5,5 polegadas de tela, até para manter a compatibilidade com os Moto Snaps --tanto os antigos quanto os próximos a serem lançados.

O visual do leitor de digitais deve ficar mais parecido com os da linha Moto G5, ou seja, menos quadrado (como nos modelos do ano passado) e mais arredondado.

Não sabemos muito sobre as especificações, mas se especula que o processador do Moto Z2 será atualizado para o Snapdragon 835 (2,45 GHz), um dos mais modernos, já presente no Galaxy S8 e no Sony Xperia XZ Premium.

Mas se quiser competir com os atuais tops de linha --iPhone 7, Sony Xperia XZ, Samsung Galaxy S8 ou LG G6-- o Moto Z terá, pelo menos, que repetir os 4 GB de RAM do ano passado (quem sabe apostar no 6 GB?), trazer câmera principal de 16 MP com bons recursos extras e manter o famoso bom custo-benefício da Lenovo.

O Moto Z começou custando R$ 3.199 e atualmente custa no varejo brasileiro cerca de R$ 2.000, bem abaixo dos tops da Apple, Sony e Samsung.

Reprodução/Techno Buffalo
Imagem vazada do suposto Moto Z2 Play
Já o caçula Moto Z2 Play deve vir com a mesma tela de 5,5 polegadas, resolução Full HD e tecnologia Super AMOLED.

O processador seria o Snapdragon 626 (2,2 GHz), com 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno.

A câmera principal deve ser de 12 MP com abertura f/1.7 e câmera frontal de 5 MP, compatível com Moto Snaps.

Reprodução/@rquandt
Imagem vazado do Moto Z2 Play, edição cinza lunar

A bateria é de 3.000 mAh, informação oficialmente confirmada pela Lenovo em sua conta do Twitter. "Moto Z2 Play terá uma bateria de íon-lítio não-removível de 3.000 mAh", disse o tuíte, assinado por "Auxen_Lenovo" (uma das pessoas que cuidam da conta). Porém, o tuíte foi apagado, talvez por ter "falado demais".

Dessa forma, a bateria sofrerá um "downgrade", pois ficará pior que o Moto Z Play do ano passado, que tinha a bateria de 3.510 mAh como destaque --chegava a durar dois dias e meio em uso moderado.

Se a Motorola não tiver bolado um recurso de sistema que compense essa redução de carga, os fãs do antigo Moto Z Play ficarão decepcionados.

Uma loja brasileira de e-commerce vazou neste mês os prováveis preços do Moto Z2 Play no nosso país: R$ 1.999 sem acessórios, R$ 2.199 na versão "Power" (provavelmente com o Moto Snap de bateria extra) e R$ 2.499 na versão "Projector" (com Snap de projetor de parede). São preços na mesma faixa do Moto Z Play de 2016.

Reprodução/Android Authority
Imagem vazada do suposto Moto Z2 Force
Por fim, há um terceiro modelo à vista: o Moto Z2 Force, sucessor do Z Force que só saiu no exterior e que era um Moto Z "bombado", com tela superresistente, câmera de 21 MP e bateria de 3.500 mAh (o Z só tem 2.600 mAh).

O Moto Z2 Force deve aderir à "modinha" das câmeras duplas, segundo uma foto vazada.

O processador do Z2 Force também pode ser o Snapdragon 835 --os Moto Z e Z Force do ano passado também repetiam o mesmo chip. E a tela resistente "ShatterShield" deve voltar a dar as caras, ficando assim com o mesmo corpo de celular apto a receber Moto Snaps.

Reprodução/@rquandt
Moto Z2, Moto Z Play e Moto Z (da esquerda para a direita)

Conheça os gadgets que o transformam o Moto Z

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos