Facebook quer que pessoas criem comunidades - calma, não é a volta do Orkut

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Facebook apresenta novidades para administradores e membros de grupos

    Facebook apresenta novidades para administradores e membros de grupos

Mark Zuckerberg, chefão do Facebook, anunciou nesta quinta-feira (22) em Chicago (Estados Unidos) a nova missão da rede social: "dar às pessoas o poder de criar comunidades e aproximar o mundo". Mas calma: se você logo sonhou com a volta das saudosas comunidades do Orkut, já avisamos que não é bem assim.

O anúncio da nova missão do Facebook ocorreu durante o primeiro encontro de comunidades presentes na plataforma, em que administradores de grupos se reúnem ao longo do dia para compartilhar visões e celebrar alguns acontecimentos proporcionados por essa ferramenta da página.

O encontro foi a oportunidade para a empresa anunciar melhorias que afetarão usuários e administradores dos grupos do Facebook. A intenção da rede social é apoiar os administradores dessas páginas – citados pelo Facebook como "líderes de comunidades". Serão cinco novas ferramentas para ajudar a impulsionar os grupos.

Uma delas foi chamada "insights de grupos". Essa nova ferramenta permitirá aos administradores acesso a métricas em tempo real sobre crescimento, engajamento e integrantes de um grupo. As informações são detalhadas ao ponto de fornecerem número de posts e quais horários os membros do grupo estão mais engajados.

A informação de horários de maior movimento nos grupos auxiliarão os administradores em uma outra ferramenta nova, a de publicações agendadas. Agora administradores e moderadores de grupos poderão criar publicações a qualquer momento e agendar para quando quiserem – pode ser no horário de maior movimento no grupo, por exemplo.

Duas medidas voltadas aos administradores também impactarão membros dos grupos. Uma delas é um filtro para pedidos de integrar grupos. O Facebook quer reduzir o tempo gasto aceitando ou rejeitando novos membros e permitirá que os novos associados sejam ordenados e filtrados em categorias como gênero ou localização – assim, é possível negar ou aceitar todos filtrados de uma vez só.

A remoção de membros também terá mudanças. A novidade é que agora todo o conteúdo gerado por um usuário removido pode ser retirado do grupo automaticamente com a expulsão dele. Isso inclui publicações, comentários e ainda outras pessoas que foram adicionadas por ele.

A última novidade está em fase de testes. Ela será uma ferramenta que visa conectar grupos. Por meio dela, administradores poderão recomendar outros grupos similares ao seu e relacionados a membros de seu grupo. O Facebook diz que "isso é apenas o começo de como grupos poderão se aproximar pela plataforma".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos