Samsung tenta redenção com Galaxy Note 8 após incidentes de explosão

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Smartphone Galaxy Note8, da Samsung, é lançado em Nova York

    Smartphone Galaxy Note8, da Samsung, é lançado em Nova York

O Galaxy Note 8, novo celular top de linha da Samsung, chega ao mercado com a inglória tarefa de superar os problemas de superaquecimento e explosões de baterias que marcaram seu antecessor, o Note 7, e que o tiraram de linha apenas dois meses após seu lançamento, no ano passado. O lançamento do Note 8 ocorreu nesta quarta-feira (23), em Nova York.

A novidade vai começar a ser vendida em 15 de setembro em alguns mercados, mas ainda não há data específica para chegar às lojas brasileiras. Segundo o portal de tecnologia "Cnet", o Galaxy Note 8 estará custando nas operadoras americanas de US$ 930 a US$ 960. É praticamente o preço do iPhone 7 Plus de 256 GB (us$ 960) nos EUA -- a título de comparação, o telefone da Apple com essa mesma capacidade custa R$ 4.900 no Brasil. 

O Note 8, como esperado, traz especificações de ponta e uma nova versão da S Pen, caneta stylus que pode executar comandos diversos diretamente na tela do celular.

O jornalista Evan Blass, do portal de tecnologia "Venture Beat", já havia adiantado as especificações do aparelho. Ele vem com tela de 6,3 polegadas com uma alta resolução chamada WQHD+. Esta difere da WQHD comum (a sigla quer dizer "Wide Quad HD"), que tem 1440 x 2960 pixels; já a WQHD+ tem 1440 x 2960 pixels, com bordas curvas.

A linha Note sempre teve uma pegada multitarefa, e por isso a tela poderá se dividir em dois apps apresentados simultaneamente, com a tela meio a meio -- o Android 7 Nougat já dá esse recurso a todos os celulares, vale lembrar. Mas a Samsung incluiu uma opção de criar atalhos para você acessar dois apps de uma vez só, como por exemplo o Google Maps e um app de música para controlar o som enquanto dirige.

Assim como a LG fez com o G6, a Samsung está apostando em uma resolução de tela diferente do restante do mercado, que costuma usar HD, Full HD, Quad HD ou 4K. Isso pode ser fascinante para os "early adopters" (como são chamados os fanáticos por novos recursos ou aparelhos tecnológicos) mas também pode causar dores de cabeça para adaptar apps, jogos e vídeos para essa proporção incomum.

O Note 8 vem com processador octa-core. A companhia não especificou qual, porém a praxe da empresa nos anos passados foi de adotar o Snapdragon, da Qualcomm, para o mercado americano, enquanto os modelos vendidos no Brasil vinham com processador Exynos, da própria Samsung. Ele terá versões com 64, 128 ou 256 GB de armazenamento (aceita cartão microSD para expansão), 6 GB de memória RAM e bateria de 3.300 mAh, com porta USB-C. Recebeu resistência à água e poeira com certificado IP68 -- na prática, ele pode ficar até 30 minutos em uma profundidade de 1,5 metro.

Além do costumeiro sensor de impressão digital, o modelo terá reconhecimento de íris --algo que já tinha no Note 7, mas que pouca gente pôde experimentar devido aos problemas das baterias, que tiraram logo o celular do mercado. No início do ano, o UOL Tecnologia testou o recurso em um Galaxy S8; veja abaixo como ele funciona:

Dá para desbloquear celulares usando foto? UOL testou reconhecimento facial

Câmera dupla potente

O Note 8 entrou na moda da câmera principal dupla. Aliás, esta é o primeiro modelo da marca com o recurso. Ele vem com duas lentes de 12 MP sendo uma com boa abertura de luz f/1,7 e grande angular, e a outra com abertura f/2,4 com objetiva de 2x de zoom óptico. Ambas têm estabilizador óptico --algo exclusivo, pois a maioria dos aparelhos têm apenas estabilização em um sensor-- que impede que as fotos saiam muito tremidas. O sensor frontal tem 8 MP, também com abertura f/1,7.

O Live Focus, novo modo de câmera da Samsung, desfoca ainda mais o fundo da foto. É um recurso que lembra um pouco o que é feito no iPhone 7 Plus no modo retrato. Além disso, o Note 8 conta com um modo chamado Dual Capture em que  são tiradas duas fotos -- uma próxima e uma mais aberta, com a grande angular. 

Caneta mais esperta

Além de facilitar a tarefa de fazer anotações, a caneta S Pen agora permitirá que donos do Galaxy Note 8 interejam de uma forma nova com seus contatos. Um novo recurso, chamado Live Message, permitirá que o usuário envie mensagens personalizadas ou desenhos para amigos via mensagens. A empresa assegurou que o protocolo para comunicação é universal e que vai possibilitar que mesmo pessoas sem dispositivos da marca vejam os conteúdos.

Os aficionados em tomar nota com a S Note contarão com uma grande ajuda. Mesmo com o aparelho bloqueado, será possível fazer registros com a caneta. A companhia diz que é possível usar até 100 páginas.

Um pouco melhor que o Galaxy S8+

Analisando as especificações, o Galaxy Note 8 é um pouco superior ao Galaxy S8+. Tirando o fato de ter uma tela maior (6,3 polegadas contra 6,2 polegadas do S8+) e vir com a caneta S Pen, o último lançamento da Samsung tem mais memória RAM (6 GB x 4 GB) e uma câmera dupla (dois sensor de 12 MP, sendo uma lente tele e outra grande angular).

Especificações: Galaxy Note8

Tela: 6,3 polegadas com resolução WQHD+ (1440 x 2960 pixels)
Sistema Operacional: Android 7.1.1
Processador: Octa-core (2,3 GHz quad-core + 1,7 GHz quad-core ou 2,35 GHz quad-core +1,9 GHz) – depende do mercado
Memória: 64/128/256 GB de armazenamento (aceita cartão microSD) e 6 GB de RAM
Câmeras: Dupla de 12 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Dimensões e peso: 162,5 x 74,6 x 8,5 mm; e 195 g
Bateria: 3.300 mAh

#UOLTesta: Na briga de tops de linha, S8+ ganha por ser o mais bonito

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos