Galaxy Note 8 impressiona por potência e design, mas é muito grande

Márcio Padrão

Do UOL, em Berlim*

  • Márcio Padrão/UOL

    Lançado em 23 de agosto, Galaxy Note 8 foi exposto pela Samsung no estande da empresa na IFA 2017

    Lançado em 23 de agosto, Galaxy Note 8 foi exposto pela Samsung no estande da empresa na IFA 2017

Uma das primeiras coisas que chamam a atenção em qualquer versão da linha de celulares Galaxy Note, da Samsung, é o seu formato "sui generis", diferenciado. E no caso do Note 8, recém lançado mundialmente e exposto maciçamente na feira de tecnologia IFA, em Berlim, o formato chama mais a atenção se você tiver em mente dois fatos importantes: a crise do Note 7, em 2016, e a nova tendência de "tela infinita" do mercado de celulares.

Traumatizada com as baterias explosivas do Note 7, que ficaram daquele jeito por estarem espremidas demais no corpo fino do celular, a Samsung quis ter certeza de que isso não se repetiria. Dos 7,9 milímetros do ano passado, o Note 8 saltou para 8,6 milímetros de espessura para que sua bateria possa "respirar" melhor lá dentro e não sobreaquecer. Embora isso faça pouca diferença no resultado final, pois as bordas curvas do modelo ajudam a facilitar a pegada. 

Márcio Padrão/UOL
Galaxy Note 8 é gigante: o novo smarphone da Samsung conta com uma tela de 6,3 polegadas

As coisas complicam quando sentimos a altura. Dos 153,5 mm do Note 7, o modelo atual agora tem 162,5 mm, portanto ficou um centímetro mais alongado. E como é comprido o Note 7; eu já estou acostumado a ver minha mão pequena ao segurar os celulares com telas de 5,5 polegadas para cima, mas o Note 8 parece um gigante.

Com meu punho fechado, o espaço que sobra acima dá para colocar minha outra mão inteira fechada. E como a tela também corresponde, com 6,3 polegadas na poderosa iluminação Super Amoled, a impressão que dá é que o Note 8 deixou de ser visualmente um celular para ser um aspirante ao sabre de luz de "Star Wars". É sim muito bonito e bem desenhado, mas é grande demais.

No mais, os outros aspectos de um top de linha na Samsung aparentemente estão muito bem, obrigado. A câmera dual 12 MP tem um ótimo zoom de 10x, vem com recurso de desfoque de objeto "live focus" e um monte de máscaras fofas e cafonas para rosto ao estilo Snapchat/Instagram, entre outros truques --mas só conseguimos testar esses primeiros.

Márcio Padrão/UOL
Nova câmera do Galaxy Note 8 conta com filtros, como os usados no Snapchat e no Instagram

O desempenho também parece ótimo: as fotos são tiradas em milisegundos e a resposta de comandos no Android 7.0 é imediata. E a caneta S Pen continua, a princípio, muito precisa no seu toque na tela para rabiscar ou selecionar texto, além de outros trecos que talvez você jamais usará.

O que não tentamos por conta das limitações do mostruário da IFA: o sensor de digitais, que fica nas costas do Note 8 (deve ser difícil de acessar no cotidiano por causa da sua altura); o sensor de íris para destravar tela; o desempenho do assistente Bixby, que não estava configurado; a qualidade de áudio; a duração de bateria etc.

Mas como todo Galaxy Note normalmente vem para o Brasil, teremos essa chance de mexer mais nele em breve. Só tememos pelo preço exorbitante, pois até no exterior o celular passa dos US$ 900. Imagina no nosso país, com todas as taxas e "custo Brasil" a que terá direito.

Especificações: Galaxy Note 8

Tela: 6,3 polegadas com resolução WQHD+ (1440 x 2960 pixels)
Sistema Operacional: Android 7.1.1
Processador: Octa-core (2,3 GHz quad-core + 1,7 GHz quad-core ou 2,35 GHz quad-core +1,9 GHz) – depende do mercado
Memória: 64/128/256 GB de armazenamento (aceita cartão microSD) e 6 GB de RAM
Câmeras: Dupla de 12 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Dimensões e peso: 162,5 x 74,6 x 8,5 mm; e 195 g
Bateria: 3.300 mAh

* O jornalista viajou para Berlim a convite da LG

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos