"Já tinha no Android": empresa lista inovações de rivais antes do iPhone X

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

    Competição e provocação entre fabricantes de celulares é cada vez mais acirrada

    Competição e provocação entre fabricantes de celulares é cada vez mais acirrada

Horas antes do lançamento dos novos iPhones, a Qualcomm, empresa que constrói processadores da linha Snapdragon presente em vários Androids, resolveu provocar a Apple. Isso porque ela construiu uma tabela com uma série de inovações que apareceram primeiro no sistema operacional do Google em relação ao iOS.

A lista de tecnologias é uma clara provocação à maçã, visto que as duas empresas se enfrentam nos tribunais em processos judiciais. A Apple pede US$ 1 bilhão (R$ 3,1 bilhão) em ação movida em três países por supostamente a Qualcomm pedir royalties mais caros e forçar a maçã a pagar uma porcentagem dos lucros do iPhone para licenciar patentes da Qualcomm.

Por sua vez, a Qualcomm entrou com um processo em reação em que exige o banimento das vendas do iPhone nos Estados Unidos. A rivalidade foi esquentada com a publicação da tabela pela Qualcomm, que diz que suas tecnologias permitiram vários "primeiro no Android" nos últimos anos.

Não é coincidência que diversas dessas tecnologias listadas são especuladas no aguardado iPhone X, que será lançado pela Apple nesta terça (12). Confira a lista da Qualcomm:

  • Carregamento rápido: HTC One M8, LG V30, Xiaomi MI5
  • Câmera dupla: HTC One M7, HTC One M8
  • Autenticação por íris/Reconhecimento facial: Samsung Galaxy S8
  • Sensor de digitais embaixo do display: Design de referência da Qualcomm
  • Realidade aumentada: Lenovo Phab Pro 2
  • Design com tela infinita: Xiaomi Mi Mix
  • Touch screen à prova d'água: Sony Xperia Z4
  • Tela OLED : LG Flex 2
  • Tela 4K: Sony Xperia XZ Premium
  • Gigabit LTE: Samsung Galaxy S8
  • Ultra HD Premium Playback: Samsung Galaxy S8
  • NFC: Moto X, LG V10
  • Bluetooth 5: Xiaomi Mi6, HTC U11, LG V30
  • 802.11ad (wi-fi): Sirin Solarin
  • Alto-falantes Virtual 5.1 Surround: HTC ONE M9
  • Áudio sem fio em alta-definição sobre Bluetooth via aptx HD: Samsung Galaxy S8, One Plus 5, LG V30
  • Mobile HDR Premium: Sony Xperia XZ Premium, Samsung Galaxy S8
  • Netflix HDR: LG G6
  • Amazon HDR: Sony Xperia XZ Premium, Samsung Galaxy S8, LG V30

O problema é que a lista gigante feita pela Qualcomm contém algumas falhas. E a internet não tratou de demorar para corrigir os lapsos da empresa que constrói processadores.

O site 9to5Google lembra, por exemplo, que o LG V30, que ainda sequer chegou às lojas, não "abriu o caminho" para o carregamento rápido – a tecnologia realmente apareceu primeiro no Android, mas em outros celulares antecessores.

Há até erros clamorosos: a Qualcomm cita o LG Flex 2 como o pioneiro do display OLED, mas a Samsung, dona da tecnologia OLED, usa o AMOLED em seus dispositivos desde o primeiro Galaxy S, lançado em 2010. O Bluetooth 5 também apareceu primeiro nos celulares Galaxy S8 e Xperia XZ Premium, não no HTC U11 e LG V30.

O reconhecimento facial, atribuído ao Galaxy S8, também já existe há alguns anos, pois surgiu no Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) --ainda que essa tecnologia seja bastante ineficaz, pois pode ser "enganada" usando uma foto do dono do celular. Espera-se que o reconhecimento facial 3D que a Apple deverá anunciar nesta terça esteja mais aprimorado.

Mesmo com os erros, a Qualcomm ressaltou um bom ponto que promete acirrar a briga entre fanáticos por sistemas operacionais: o Android, nos últimos anos, realmente é pioneiro em inúmeras tecnologias que depois são levadas ao iPhone.

Mas, ao mesmo tempo, parece ser um pouco exigente querer comparar os avanços de uma empresa (Apple) contra todo o restante do mercado de smartphones, que funcionam com o Android. E a própria Apple, apesar de ter perdido muito do caráter inovador nos últimos anos ao copiar tecnologias de concorrentes, pode continuar se orgulhando dos seus produtos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos