Chega ao Brasil? Google Pixel 2 tem versão alvinegra e câmera ainda melhor

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Novos celulares do Google: Pixel 2 e Pixel 2 XL

    Novos celulares do Google: Pixel 2 e Pixel 2 XL

O Google anunciou em evento nesta quarta-feira (4) seus novos celulares: o Google Pixel 2 o Google Pixel 2 XL. O recém-lançado smartphone da poderosa companhia contará com uma versão alvinegra e promete uma câmera ainda melhor do que a ótima versão anterior – já batendo recordes em análises de sites especializados. E, para nós, fica a pergunta: será que ele virá para o Brasil?

Seu antecessor, o Google Pixel, não desembarcou no país e teve o lançamento restrito a alguns países. Até mesmo nos Estados Unidos não era tão fácil achar o produto, que teve fabricação limitada. O Google afirma que prefere acertar em todos os elementos da produção antes de ampliar a disponibilização do aparelho.

Recentemente, o Google mostrou que quer entrar seriamente na competição mundial por celulares. A empresa adquiriu a companhia HTC, fabricante taiwanesa de smartphones e tablets. Famosa pelos softwares e sites, o Google tem entrado cada vez mais forte no mundo dos hardwares – já tem celular, Wi-Fi, assistente digital e o Chromecast (o único à venda no Brasil).

Em pré-venda a partir de hoje, o Google Pixel 2 terá preços a partir de US$ 649 (R$ 2 mil), enquanto o Pixel 2 XL custará a partir de US$ 849 (R$ 2.700). Ele estará disponível nos seguintes países: Austrália, Canadá, Alemanha, Índia, Reino Unido e Estados Unidos. Mais tarde, chegará à Itália, Espanha e Singapura.

A "melhor câmera da história" foi melhorada

O Google Pixel original foi considerado por muitos como a "melhor câmera já feita em um smartphone" e inclusive alcançou o primeiro lugar do site DxoMark, sendo apenas ultrapassada recentemente pelo iPhone 8 e iPhone 8 Plus. Na apresentação, contudo, o Google já anunciou que o novo Pixel 2 já voi avaliado pelo site especializado em câmeras e voltou ao primeiro lugar com uma pontuação recorde de 98 pontos. 

O Pixel 2 seguirá com apenas uma câmera traseira, enquanto várias fabricantes apostam em uma câmera dupla. Mesmo assim, a empresa garante que o modo Retrato funciona tão bem quanto em câmeras duplas graças ao software combinado com o hardware e aprendizado de máquina. A câmera frontal também ganhará o modo Retrato via software, assim como já acontece com o Zenfone 4.

A empresa ainda afirmou que as fotos serão estabilizadas graças a uma mistura entre estabilização óptica e eletrônica. As câmeras contam ainda com a tecnologia Dual Pixel, também utilizada pela Asus.

Tem até aparelho com design alvinegro

O Google Pixel 2 terá três versões de cores, em um corpo todo em alumínio. As versões variam entre azul, branco e preto. Já o Google Pixel 2 XL terá dois modelos. Uma das versões é alvinegra: na parte traseira, conta com o topo preto e o resto do corpo branco. Na lateral, o botão principal do smartphone é em um vermelho vibrante, o que deixa o smartphone com uma miscelânea de cores. A outra versão é só preta.

Reprodução

O display do equipamento é Full HD OLED. Na apresentação, foi possível perceber que o modelo também enxugou as bordas do aparelho, em uma tendência cada vez mais presente entre as fabricantes. A tela não parece infinita como o Galaxy S8 e o iPhone X, mas tenta chegar perto – há bastante borda na parte de cima, por exemplo. Os botões na parte de baixo do aparelho são todos virtuais, presentes dentro da tela.

Como em outros aparelhos top de linha, os novos Pixels não contam com entrada para fone de ouvido. No entanto, ele virá com um adaptador USB-C que permite conectar fones convencionais. 

A câmera, por exemplo, ganha stickers de realidade aumentada. No palco, foi feita uma demonstração com a série Stranger Things, da Netflix. Foi possível adicionar personagens com a câmera no palco – eles até interagiam entre si.

Melhorias no software

A maioria dos avanços anunciados pelo Google envolveram o software. O Google Assistente, por exemplo, foi bastante exaltado pela companhia com novas funcionalidade – ele chegou recentemente ao Brasil em português. O aparelho ainda contará com o novo Android Oreo, mais recente sistema operacional lançado pela empresa.

Outra novidade foi batizada de "Google Lens". Por meio da ferramenta, é possível tirar uma foto de algum objeto e  o software automaticamente oferecerá informações sobre ele. Por exemplo: tirando uma foto de um quadro ou ponto turístico, o Google te enviará informações caso você não saiba nada sobre o objeto.

Assim como a Apple, o Google também mostrou como usar o celular com a realidade aumentada. Essa tecnologia parece ser cada vez mais uma aposta das grandes fabricantes.

Especificações: Google Pixel 2
Tela: 5 polegadas
Processador: Snapdragon 835
Memória: 64 GB ou 128 GB de armazenamento e 4 GB de RAM
Câmera: 12.2 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Sistema Operacional: Android Oreo
Bateria: 2700 mAh
Preço: a partir de US$ 649


Especificações: Google Pixel 2 XL
Tela: 6 polegadas
Processador: Snapdragon 835
Memória: 64 GB ou 128 GB de armazenamento e 4 GB de RAM
Câmera: 12.2 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Sistema Operacional: Android Oreo
Bateria: 3250 mAh
Preço: a partir de US$ 849

Novo fone e "câmera que tira foto por você"

Aproveitando o pacote de lançamentos, o Google apresentou um novo fone de ouvido chamado de Pixel Buds. Ele é um dispositivo Bluetooth em formato de colar que conta com o Google Assistant embutido - logo, será possível executar comandos de voz - e um recurso de tradução simultânea. O acessório custará US$ 159 (R$ 500) e vai ser lançado nos EUA, Canadá, Cingapura, Alemanha, Austrália e Reino Unido.

Outro aparelho apresentado foi o Google Clips. Ele consiste em uma câmera que, como o nome sugere, conta com uma espécie de grampo para ser fixada em distintos locais. Pensada para donos de animais de estimação e pais, ela tira fotos para o usuário, usando apenas machine learning (aprendizado de máquina).

Ela fica analisando as cenas e capta as melhores - como o momento em que todas as pessoas de uma imagem sorriram ou os primeiros passos de uma criança. O Google Clips vai ser vendido por US$ 249 (R$ 800) nos EUA.

Novas versões do Google Home e outros equipamentos

No evento desta quarta, a companhia ainda aproveitou para lançar outras novas versões de produtos. Um que ganhou destaque é o Google Home, assistente controlado por voz bastante usado nos Estados Unidos. Entre as novidades anunciadas para o Google Home, estão funcionalidades mais inteligentes que ligam o aparelho ao celular e à casa do usuário.

Reprodução
Google Home Mini

O Home contará com uma versão simplista batizada de Google Home Mini a um preço de apenas US$ 49 (R$ 150). Outra versão foi batizada de Google Home Max com sua capacidade de som exaltada ao preço de US$ 399 (R$ 1,2 mil) – ele deve concorrer com o Apple HomePod, anunciado pela Apple em junho. O Google Home não é vendido no Brasil.

Reprodução
Google Home Max

Outro lançamento é um novo laptop da linha "dois em um" batizado de Google Pixelbook, com o sistema operacional Chrome. Uma mistura entre laptop e tablet, o equipamento terá tela touchscreen de 12,3 polegadas, até 16 GB de RAM e até 512 GB de armazenamento. É ainda o primeiro computador portátil com o Google Assistant embutido. Disponível em três configurações, tem preço inicial de US$ 999 (R$ 3,1 mil).

Reprodução
Pixelbook

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos