CIA demite cadela por ela se recusar a cheirar bombas

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/CIA

    Lulu, cachorra demitida pela CIA

    Lulu, cachorra demitida pela CIA

Algumas publicações da CIA, serviço secreto do governo dos Estados Unidos, em sua página oficial no Twitter têm causado comoção entre os internautas pelo mundo.  O órgão decidiu publicar a história de Lulu, uma cadelinha adorável que foi demitida porque não queria farejar bombas.

"Nós estamos tristes em anunciar que em poucas semanas de treinamento, Lulu começou a mostrar sinais que ela não estava interessada em detectar o cheiro de explosivos", publicou a CIA em sua conta. É, pelo visto nem todos nascem para o serviço secreto (rs).

Segundo o órgão, a "demissão" foi difícil, mas a decisão levou em conta o bem-estar físico e mental de Lulu. "Mesmo quando motivada com comida e brincadeiras, ela claramente não estava mais se divertindo", descreveu a CIA.


Uma vez que ficou claro que Lulu não havia nascido para participar de missões especiais, ficou a dúvida sobre qual seria o futuro da cachorrinha.

A boa notícia é que Lulu foi adotada por seu treinador e, segundo a CIA, agora passa seus dias brincando com suas crianças (filhotes(, com outro amigo de quatro patas e cheirando coelhos e esquilos no quintal.

"Vamos sentir sua falta Lulu, mas foi a decisão certa para ela e nós desejamos para ela o melhor em sua nova vida!", finalizou a CIA.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos