Samsung alfineta Apple com perrengues passados por usuários do iPhone

Colaboração para o UOL

  • Vinicius Andrade/UOL

Com toda a repercussão do início das vendas do iPhone X nos Estados Unidos, a Samsung resolveu se aproveitar da situação e alfinetar a Apple.

Em um vídeo publicado nas redes sociais no domingo (5), a marca sul-coreana tira um barato dos fãs da Apple, lembrando de vários perrengues já passados por usuários, e pede para que eles se "atualizem" e vão para a linha Galaxy.

VEJA TAMBÉM:

O vídeo mostra a história de um fã de longa data do iPhone. Primeiro, aparece o personagem, em 2007, na fila para comprar o primeiro smartphone da Apple. Em 2010, ao tentar tirar uma foto, o telefone exibe uma mensagem de que não há mais memória (boa parte dos aparelhos Samsung permite uso de cartão de memória).



Durante um encontro com uma moça, em 2013, o personagem anota o número dela de forma convencional em seu smartphone de tela pequena (os iPhones na época tinham no máximo 4 polegadas), enquanto ela usa a caneta de um Galaxy Note com display gigante --o que foi lançado naquele ano tinha uma tela de 5,7 polegadas.


Na sequência, o protagonista enfrenta uma fila em 2015, com uma baita chuva, para comprar um novo iPhone. Depois, em 2016, ele deixa cair o iPhone na água e coloca para secar no arroz --já o Galaxy S7, de uma moça que o acompanha, continua intacto. O modelo trazia certificação IP68, que o colocava como resistente a 30 minutos debaixo d'água.

Já em 2017, é exibida a dificuldade de se carregar o iPhone 7 e ouvir música --com o fim da entrada de fone de ouvido convencional, passou a ser necessário um acessório para possibilitar realizar essas duas ações simultaneamente. Por fim, o vídeo é concluído com o personagem comprando um Galaxy Note 8.

Já é quase uma tradição a Samsung tentar tirar uma casquinha da Apple em suas peças publicitárias. Em 2010, no lançamento do primeiro Galaxy S, a companhia asiática usou banners escrito "Hello" (com muitas letras L para simular a barra de sinal do telefone) zoando com o fato de o iPhone 4 ter problemas de sinal, dependendo da forma como era segurado.

Nos anos seguintes, a zoeira foi com o tamanho de tela ou com as filas que os compradores fazem para adquirir produtos da empresa da maçã.



Por sua vez, a Apple dificilmente faz ações do tipo, ainda que a empresa, durante suas apresentações, faça questão de ressaltar, por exemplo, que a atualização do sistema operacional iOS costuma ser mais rápida que no Android.

#UOLTesta: Galaxy Note 8 é exagerado, mas difícil de não se apaixonar

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos