Você sabia que a Samsung começou vendendo peixes e vegetais?

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

    A Samsung vendeu peixes antes de entrar nos eletrônicos

    A Samsung vendeu peixes antes de entrar nos eletrônicos

Você não leu errado o título da matéria: gigante do comércio de eletrônicos, a Samsung começou a sua história vendendo peixe seco e vegetais. Pois é, a empresa sul-coreana teve nos primórdios de sua vida um viés muito mais orgânico e menos tecnológico.

A informação consta no próprio site da Samsung e foi citada pela companhia há algumas semanas, em evento em que comemorou seus 30 anos de atuação no Brasil. O início da empresa foi bem humilde, com apenas quatro funcionários. Atualmente, seu valor de mercado é de US$ 254,3 bilhões (R$ 830 bilhões), segundo a Forbes.

Veja também: 

Tudo começou em 1938, mais precisamente no dia 1º de março. O fundador da empresa, Byung-Chull Lee, começou o negócio próprio em Taegu, na Coreia ainda unida. O ramo? Bem diferente do que ocorre atualmente.

Peixes e vegetais

Segundo o site oficial da Samsung, a empresa de Byung-Chull Lee começou inicialmente focada em vender peixe seco sul-coreano, vegetais e frutas para a região da Manchúria e Pequim. O nome Samsung, na língua local, significa "três estrelas".

A ascensão da empresa foi meteórica. Dez anos depois, a companhia já tinha seus moinhos próprios, máquinas de confeitaria e vendas próprias. Mas tudo ainda muito longe do ramo da tecnologia – na década de 50, a companhia se empenhou na produção de açúcar.

A diversificação da Samsung em serviços ocorreu nos anos 50, ainda sem entrar no ramo eletrônico. A companhia passou a se envolver com seguros, com o mercado têxtil e com uma loja de departamento, por exemplo.

Eletrônicos, finalmente

A Samsung apenas começou a operar com o mercado de eletrônicos no ano de 1969, quando criou esta divisão dentro da empresa. Sim, por 31 anos a companhia passava longe do negócio que é seu atual carro-chefe.A empresa aproveitou a onda de investimentos tecnológicos no mercado asiático para diversificar sua linha de produtos, inicialmente focada mais em televisões entre os eletrônicos. A companhia chegou até a entrar no mercado petroquímico.

O sucesso da empreitada em eletrônicos fez a Samsung naturalmente voltar seu foco a esse setor. Depois das televisões, vieram máquinas de lavar roupa, geladeiras, microondas, aparelhos de vídeo, gravadores...

E o celular?

No meio dos anos 90, a Samsung passou a produzir memória e discos rígidos para computadores. Os celulares começaram a surgir também na década de 90 – segundo uma lenda da companhia, o primeiro modelo não funcionava.

A indústria mobile se tornou uma das mais lucrativas para a Samsung, conhecida bastante por seus aparelhos hoje em dia. O primeiro celular inteligente da companhia com o sistema Android veio em 2010, na Mobile World Congress, com o Galaxy S – o ponto de partida do top de linha da empresa que teve o Galaxy S8 lançado neste ano.

#UOLTesta: Galaxy S8 é o celular mais bonito do mercado, mas não é perfeito

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos