Veja como era primeira versão do Android mostrada pelo Google, há 10 anos

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

O último domingo (5) foi a efeméride de 10 anos da primeira versão beta do Android e essa data é popularmente celebrada como o aniversário do sistema. Ele naturalmente evoluiu bastante, então vale relembrar como era em novembro de 2008.

O vídeo do anúncio do Android mostra o cofundador do Google, Sergey Brin, timidamente explicando o que viria a ser o sistema operacional móvel mais popular do planeta.

VEJA TAMBÉM:

"Chama-se Android. É um novo sistema operacional de código aberto e plataforma de software para celulares", diz ele em um recado direto aos desenvolvedores. "Como eu aprendi a codificar grandes serviços em software via ferramentas livres como o Linux e GNU, agora com o Android você será apto a fazer exatamente a mesma coisa em celulares. O sistema é totalmente livre, a fonte está disponível e esperamos ótimos novos aplicativos".

O Google adquiriu em 2005 a empresa Android Inc. fundada dois anos antes, visando usar sua experiência para adentrar no mercado de smartphones com tela touchscreen, em ebulição após a chegada do iPhone.

O formato aberto se tornou a grande virtude do Android em relação ao fechado iOS, o sistema da Apple para iPhones e iPads. O Android decolou quando outras fabricantes de peso, como Samsung, LG, HTC, Sony, Motorola e muitas outras puderam pegar o SDK (kit de desenvolvimento do software) do Android e adaptar às suas respectivas vontades.

E como era precário. Em vez da gaveta de aplicativos, a versão beta do Android trazia um pequeno carrossel de aplicativos na parte inferior da tela, com contatos, navegador, mapas e gerenciador de arquivos, em ícones bem mais simples visualmente. Os websites também não tinham boa formatação para serem exibidos para celular.

Ao mesmo tempo é interessante notar como muitas coisas importantes do Android estão lá desde a gênese, como a boa integração entre os apps nativos do Google --como por exemplo registrar o endereço de alguém nos contatos e encontrar o local no mapa.

O beta visto no vídeo ainda mostrava um demo do jogo 3D de tiro "Quake" em ação, além da localização em três dimensões de um lugar em San Francisco. No entanto, essa versão não seria exatamente o Android 1.0 que o público conheceu.

Reprodução
HTC Dream (T-Mobile G1), primeiro celular com Android

Podemos dizer que o Android tem duas datas de aniversário. Além do 5 de novembro, a outra ainda vai acontecer: 23 de setembro de 2008, quando o grande público viu o sistema operacional para celulares pela primeira vez no modelo HTC Dream, conhecido como T-Mobile G1 nos EUA e que trazia a versão 1.6 do Android, um pouco diferente do que foi visto no vídeo do Google.

As versões anteriores à 1.6 foram apenas testadas e não comercializadas. "Engraçado como o Android aqui parecia tão elegante e legal. O Android 1.0 real lançado parecia horrível e cartunesco", disse um comentário do vídeo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos