Black Friday 2017

Brasileiros farão mais compras online nesta Black Friday, indica Google

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Fim/FramePhoto/Estadão Conteúdo

Uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (13) diz que o forte da Black Friday no Brasil é online: 92% dos entrevistados planejam aproveitar a tradicional data do comércio --que neste ano será no dia 24 de novembro-- com promoções na internet.

A pesquisa foi realizada pelo Ibope a pedido do Google Brasil. Uma coisa a se notar, porém, é que a metodologia usada tende a privilegiar a conclusão acima. Afinal, foram ouvidos 1.211 internautas que costumam realizar compras online. Essas pessoas, diz o Google, fizeram ao menos uma compra na web nos seis meses anteriores à pesquisa.

VEJA TAMBÉM:

Apesar disso, é um fato que tirando exceções como algumas grandes redes de supermercados, os brasileiros se acostumaram a comprar online na Black Friday, diferentemente dos americanos, que vão pessoalmente às lojas e esperam em grandes filas.

As entrevistas ocorreram entre 27 de outubro e 4 de novembro, com pessoas entre 18 e 55 anos de idade das principais regiões do país --Grande São Paulo e interior, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife, Salvador), das classes A, B e C.

Na pesquisa, a intenção de compra permanece estável em relação a 2016, com 87% dos respondentes pretendendo comprar algo na data. O gasto médio teve uma pequena redução de 2%, ficando em R$ 1.071.

Veja abaixo os principais pontos da pesquisa:

  • Apesar da preferência pela loja online, para 34% dos entrevistados, a loja física também será um destino de compra.
  • Cerca de 38% das pessoas dizem que farão pesquisa de preços em smartphones, em 2016 esse índice era de 27%. Já para compra, 30% afirmam ter interesse. Ano passado, eram 20%.
  • Eletrônicos e eletrodomésticos são os produtos preferidos (65%), seguidos de roupas e calçados (47%)
  • 76% planejam comprar apenas eletrônicos novos, e 19% usados --em 2016, este último índice era de 17%.
  • Neste ano. 7% dos entrevistados pretendem comprar medicamentos e suplementos.
  • 25% desejam comprar TVs de tela fina --provavelmente por conta da Copa de 2018. Em 2016, eram 22%. Agora o eletrônico.
  • Itens como brinquedos, acessórios, roupas e calçados masculinos, fraldas e viagens também apresentaram crescimento na intenção de compra.
  • A intenção de compra das fragrâncias e perfumes cresceu 20% no comparativo 2017 vs 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos